Figura 4 – TNE

TNE

A imagem de ecoendoscopia realizada em 2013 em doente do género masculino com 75 anos e nódulo hipervascular de 8 mm na cauda do pâncreas detectado em RMN realizada por elevação dos marcadores hepáticos. A imagem mostra nódulo hipoecóico com 11×10 mm e limites bem definidos e regulares na cauda do pâncreas. A citologia do material obtido por PAAF confirmou o diagnóstico de tumor neuroendócrino. Dados a ausência de sintomas e de doença à distância (TC e cintigrafia de receptores da somatostatina normais) e o pequeno tamanho da lesão, optou-se por vigilância. Após 5 anos de vigilância o doente mantém-se assintomático e com estabilidade imagiológica da lesão pancreática.