▷ ONGs cobram o pedágio dos prejuízos causados ​​pelo incêndio nos galpões IVSS # 16Ago

trabalho de www.talcualdigital.com

o ONG Médicos Unidos pela Venezuela perguntou a diretoria Instituto Venezuelano de Seguridade Social (IVSS) uma verdadeira avaliação das perdas causadas pelo incêndio que consumiu um de seus galpões, localizado em Antímano (distrito da capital), na manhã do dia 15 de agosto.

– Publicidade –

Em um post no Twitter, a ONG também pediu uma explicação sobre o motivo de haver suprimentos nos armazéns. “e unidades de diálise e hospitais ficando sem suprimentos”. Segundo a ministra da Saúde, Magaly Gutiérrez Viña, e o IVSS, foram consumidos insumos para hemodiálise e diálise peritoneal.

O ministro Gutiérrez também disse que esses suprimentos são distribuídos diariamente para sete mil pacientes em todo o país. As autoridades estão investigando as causas do incidente, mesmo que não excluam que tenha sido “provocado”.

O advogado Carlos Trapani, coordenador geral do Cecodap, descreveu como “lamentáveis” e “dolorosas” as disfunções causadas pelo incêndio aos pacientes em diálise. Ele também observou que está “É fundamental que o Ministério da Saúde informe sobre as medidas que serão adotadas para garantir a continuidade do tratamento para todos os pacientes, principalmente crianças.”

– Publicidade –

De acordo com Relatório Nacional de Junho do Inquérito Hospitalarano passado, a inoperacionalidade das unidades de diálise aumentou em hospitais públicos nacionais principalmente pela falta de água constante, o que reduz as horas de tratamento de quatro para duas ou uma hora; além da falta de reparo do material.

Essas unidades, diferentemente das unidades privadas, têm como função primordial o atendimento aos pacientes renais agudos. “Ou seja, que não são doentes renais mas que, pelo seu quadro clínico, têm necessidade urgente de diálise”, destacou o ENH. Isso compromete seriamente a saúde desses pacientes, pois eles não têm terapia de substituição.

Em vários estados do país, a situação dos pacientes renais tem sido denunciada. Em abril, 83 pessoas em diálise no unidade de diálise Acarigua (Estado de Portuguesa) foram infectados com Hepatite C devido à má limpeza das máquinas.

Saiba mais em Como tal

Clique aqui por apoiar a liberdade de expressão na Venezuela. Sua doação será usada fortalecer nossa plataforma digital da redação do reitor da imprensa nacional, e assim permita-nos seguir em frente comprometidos em fornecer informações verdadeiras, como nossa bandeira tem sido desde 1904.

Contamos com você!

apoie-nos aqui

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.