27 fragatas portuguesas encontradas em Caleta Buena de Tocopilla

O Seremi de Salud na região de Antofagasta confirmou que a área marítima e o litoral de Caleta Buena, localizada 43 quilômetros ao sul de Tocopilla, é afetada pela presença do hidrozoário Physalia Physalis, mais conhecido como fragata portuguesa.

A autoridade sanitária busca resguardar a saúde da população, diante do aparecimento de uma espécie que gera uma toxina capaz de causar graves consequências para quem entra em contato com ela.

A(s) Saúde(s) SEREMI, Leonor Castillo, explicou que o pessoal da a Autoridade Portuária de Tocopilla confirmou o aparecimento de 27 exemplares do hidrozoário, esse fato exige a aplicação de protocolos como o fechamento do banheiro, além de evitar atividades recreativas dentro dos limites indicados. Enquanto o trabalho extrativo e produtivo pode continuar sendo feito com cautela.

Por isso eles chamam evite o contato com a chamada água-viva azul. Lembre-se também de que o fenômeno pode afetar outras praias ao longo da costa.

As pessoas que trabalham em tarefas marítimas ou à beira-mar devem realizar suas tarefas usando itens de proteção, como roupas de borracha, luvas ou outros itens.

Inspeção

O cumprimento dos protocolos estabelecidos será fiscalizado pela Autoridade Marítima, em conjunto com entidades colaboradoras como o Município de Tocopilla, Sernapesca e Seremi de Meio Ambiente. Efectuarão vigilância permanente por via terrestre e marítima na zona afectada, notificando imediatamente a autoridade sanitária para adoptar as medidas cabíveis.

Contato com o hidrozoário pode causar sintomas como queimação intensa, vermelhidão e aumento na área afetada. Casos em que a pessoa afetada deve ir rapidamente ao centro de saúde mais próximo.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.