“A ação externa anda de mãos dadas com a sociedade civil”

Ministro de Ação Estrangeira e Governo Obert, Vitória Alsinadefendeu neste sábado que “A ação externa da Catalunha não pode ser compreendida sem a sociedade civil“. Disse-o da cidade portuguesa de Elvas, durante a receção institucional que deu início ao 34º Aplec Internacional de Adifolk. É um evento que conta com a presença de mais de 700 membros de 34 grupos de cultura popular catalães. E é organizado pela Adifolk (Associação para a divulgação do folclore), pela Delegação do Governo em Portugal e pela Câmara Municipal de Elvas.

“Temos a oportunidade de brilhar cultura popular e apresentá-lo a todo o mundo através da Aplec Internacional de Adifolk”, assegurou o ministro responsável pela acção externa da Generalitat. , José Rondão de Almeidaque destacou de forma muito positiva a forte participação de meninos e meninas em eventos folclóricos.

No âmbito desta viagem a Portugal, a Ministra Alsina manteve ainda encontros com agentes económicos e académicos da região do Alentejo, com o objetivo de explorar “as possibilidades de colaboração com a Catalunha“, de acordo com o Departamento de Acção Estrangeira. Também viu em primeira mão as instalações do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e o seu CoLab InnovPlant Protect, bem como o Museu de Arte Contemporânea de Elvas (MACE) e o Forte de Graça.

Especificamente, no âmbito destas visitas, a Ministra Alsina e o Delegado do Governo em Portugal, Rui Reis, anunciou a organização de uma conferência para identificar boas práticas e oportunidades de desenvolvimento económico entre a Catalunha e o Alentejo. Esta conferência está prevista para 2023 e incidirá em desafios comuns, como o despovoamento das zonas rurais.

De sexta a domingo, a cultura popular catalã enche as praças e ruas do centro histórico da cidade de Elvas, Património Mundial da UNESCO. Entre as 34 entidades que participam nesta edição da Aplec está a Federação Catalã de Entidades Corais, que se apresentou quinta-feira na sessão de abertura da Feira do Livro de Lisboa no âmbito desta viagem a Portugal. O concerto, organizado conjuntamente pela Delegação do Governo de Portugal e pelas Bibliotecas de Lisboa, prestou homenagem aos centenários de nascimento dos compositores catalães Manuel Oltra e Francesc Vila e aos 125 anos de Manuel Blancafort e Joan Just.


Victoria Alsina durante sua visita a Portugal / Foto: Govern

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.