Bernardo Silva se abriu sobre a situação de Cristiano Ronaldo na seleção de Portugal após rumores de conflito

Bernardo Silva, jogador da seleção de Portugal, concede entrevista coletiva do Catar (REUTERS/Carl Recine)

Uma das questões que alteram os ânimos da imprensa e dos torcedores da Seleção Portugal é a relação entre Cristiano Ronaldo e seus companheiros, poucos dias depois de sua estreia no Copa do Mundo do Catar. O atacante do Manchester United estava no olho da crítica nestes dias após o clamor sobre sua entrevista para a televisão britânica e a acolhida que recebeu dos colegas em terras árabes, principalmente com Bruno Fernandes.

Mas será mesmo que a seleção portuguesa tem uma briga com sua figura de proa e seu capitão a cinco dias da estreia na Copa do Mundo contra Gana? Bernardo Silvaque assumiu na conferência de imprensa como substituto de Ronaldo, explicou: “Vejo-o motivado, focado na seleção, como todos nós”.

O questionamento do jornalista prendeu-se com a ausência do craque de 37 anos no último jogo contra a Nigéria (4-0) devido a uma gastroenterite e ao cruzamento que sofreu durante um treino coletivo com o companheiro de equipa. João cancela, que supostamente ficou bravo com ele após um exercício. A isto somou-se a recepção fria de Bruno Fernandes no balneário.

Sobre a entrevista explosiva do jornalista Piers Morgan para o programa falar tv e as fortes declarações de Cristiano contra o técnico do United, Erik Ten Hag, o meio-campista do Manchester City não quis entrar na polêmica. “A notícia que vem da Inglaterra não tem nada a ver com a seleção, nada a ver comigo, então não vou comentar sobre isso”condenado.

Cristiano Ronaldo treinou sem problemas no Catar com a seleção de Portugal (REUTERS/Carl Recine)
Cristiano Ronaldo treinou sem problemas no Catar com a seleção de Portugal (REUTERS/Carl Recine)

Por fim, Bernardo relembrou: “Não sou jogador do Manchester United e mesmo que fosse não responderia. É um clube rival, estamos na Seleção, focados nos nossos jogos”.

Para a tranquilidade dos adeptos portugueses, o capitão da equipa encarnada e verde participou no treino deste sábado e realizou os exercícios com a bola como de costume durante o primeiro quarto de hora da sessão das selecções. bunker, localizado a cerca de 30 km a leste de Doha, no meio de uma paisagem desértica.

Portugal chegou à capital do Catar na madrugada deste sábado, menos de 48 horas depois da partida contra a Nigéria, em Lisboa. Os portugueses compõem o Grupo H com Gana, Uruguai e Coreia do Sul.

continue lendo:

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *