Carlos Acevedo, um arqueiro de madeira europeu

Por Hector Cantu

O goleiro santista tem números para disputar o Velho Continente

O clube mexicano Santos Laguna decidiu estender o contrato de seu goleiro, Carlos Acevedo, por cinco anos, um movimento que claramente prioriza protegê-lo no futebol mexicano e aguarda uma oferta do futebol europeu para ele.

Em pouco tempo, Acevedo tornou-se referência, não só para o clube santista; também da Liga MX, tanto que já conquistou algumas convocações para a principal seleção mexicana capitaneada por Gerardo ‘Tata’ Martino.

O México geralmente não exporta goleiros para o Velho Continente. O primeiro a chegar às terras europeias foi Guillermo Ochoa e o fez com inúmeras viagens nacionais e internacionais.

No entanto, os números que Acevedo tem até agora em 2022 fazem dele um candidato a chegar às ligas portuguesa e belga, onde Guillermo Ochoa atuou por duas temporadas no Standard Liège.

Em ambas as ligas, Acevedo pode estar entre os 10 melhores goleiros que mantêm seu arco limpo. Na Liga Júpiter seria o oitavo lugar, enquanto na Liga Portuguesa seria o número 6.

Em termos de gols sofridos, Acevedo também estaria entre os 10 melhores goleiros das duas ligas. Na Bélgica seria o número 6 com apenas 1,06 golos por jogo, enquanto em Portugal seria o número 8 da tabela liderada por Diogo Costa del Porto.

Carlos mostrou bons reflexos, mas não é o melhor em duelos aéreos. Nesta área, o santo cairia para a 17ª posição em partidas aéreas bem sucedidas com apenas 0,16 para cada jogo na Bélgica e número 18 em Portugal.

O atual goleiro do Santos é chamado para ser um dos futuros goleiros da seleção mexicana, mas antes disso sua consolidação deve vir e a Europa pode dar a ele. Seus registros são aceitáveis ​​e competitivos.
**Todas as estatísticas foram geradas com Comparator

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.