Carlos Zerpa: “Maduro quer dialogar com quem for e de onde vier”

O Presidente participou na COP27, onde conversou brevemente com o presidente francês Emmanuel Macron e o primeiro-ministro português António Costa, entre outros líderes.



Cortesia | Nosso país “tem petróleo, gás e todos os recursos para resolver a crise na Europa”.

O confronto do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, com outros líderes continua a aumentar as expectativas para o partido no poder.

O Presidente participou na COP27, onde conversou brevemente com o presidente francês Emmanuel Macron e o primeiro-ministro português António Costa, entre outros líderes.

Carlos Zerpa, deputado no Conselho Legislativo do Estado Bolívar pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), reafirma essa teoria, alegando que “Maduro quer dialogar com quem for, de onde for”.

“O presidente nacional nunca se recusou a estabelecer conversações com a oposição, nem com nenhum país do mundo”, disse.

Na possível reativação do diálogo, “a partir do governo, estabelecemos mesas de trabalho e acordos permanentes, porque é importante que haja democracia – e há – senão os opositores não se apresentarão a nenhuma das eleições venezuelanas”.

“Na Cleb, temos parlamentares da oposição e sempre privilegiamos o debate, porque é isso que buscamos: respeito, compreensão e soluções para os problemas”, comentou.

Reconhecimento

Da mesma forma, “o bloco da oposição ganhou espaço, mas assim como reconhecemos que eles ganharam – na época – uma Assembleia Nacional (AN), nós (PSUV) esperamos que eles reconheçam Nicolás Maduro, assim como todos os países do mundo”.

Para Zerpa, “a reativação dessas conversas é fundamental porque devemos levantar essa maldição que esse infame (AN) estabeleceu… e (Juan) Guaidó”.

No entanto, apesar da promoção do diálogo, criticou o papel de -alguns- opositores porque “entregaram o nosso país às sanções e hoje vivemos as consequências diariamente”. Na sua opinião “não são venezuelanos”

“A oposição deve reconhecer que estava errado. Essas trocas de sinais com os Estados Unidos foram um fracasso. A oposição falhou e nós somos claros. Sob o conceito de maldade e deterioração, eles não poderão ganhar nada”, disse Zerpa.

Por isso, pediu à bancada revolucionária “que aposte nas decisões de Maduro, que vá ao diálogo, porque é muito importante. A comunicação é a base de tudo.

fora

Atualmente “a Venezuela tem riqueza para resolver o problema do gás para a Europa e o governo Biden está ciente de que seus preços são altos e eles pensaram que nos expropriando eles iriam administrar essa infraestrutura, mas não é o caso (…) sempre ser comedores de pessoas, eles só querem destruir, devorar e comer qualquer um que fique em seu caminho”, afirmou.

Confirmou que o nosso país “tem petróleo, gás e todos os recursos para resolver a crise na Europa”.

Tenha as informações instantaneamente no seu celular. Participe do grupo do Diario Primicia no WhatsApp através do seguinte link: https://chat.whatsapp.com/HLDh3vhmpJ5B42HUNhcIFP

Também estamos no Telegram como @DiarioPrimicia, junte-se a nós aqui:https://t.me/diarioprimicia

Alex Gouveia

"Estudioso devoto da internet. Geek profissional de álcool. Entusiasta de cerveja. Guru da cultura pop. Especialista em TV. Viciado em mídia social irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *