Cinco paragens desconhecidas em Lisboa que valem a pena o desvio durante a sua próxima escapadela a Portugal

Podemos aproveitá-lo a qualquer momento para desfrutar do país vizinho, pois é próximo e seu clima nas áreas costeiras é muito semelhante ao de cidades como Valência. Nós lhe falamos sobre as maravilhas do Portocidade ideal para visite mesmo quando chovedo parques naturais como este e até mesmo seus incríveis vilas palacianas.

Portugal percorre um longo caminho, mas você pode querer sair dos roteiros mais conhecidos em sua escapada ou visitar lugares menos conhecidos dos turistas. E é exatamente aí que vamos ajudá-lo com essas cinco paragens diferentes para fazer em Lisboa.

Outra vista de Lisboa: o Mirador de Monsanto

Quem já visitou Lisboa terá apreciado a vista do Elevador de Santa Justa ou do miradouro de Santa Catarina, um dos o essencial para visitar Lisboa. mas há muitos mais lugares de onde podemos apreciar a cidade e que são Menos turístico e habitual. O nosso favorito é o localizado no Parque Florestal de Monsanto. É o mais original e o mais diferente, garantido.

É numa zona verde onde existem ruínas, trilhos para a prática de vários desportos e trilhos pedestres para desfrutar deste pulmão verde. E uma dica que você vai adorar: era um restaurante abandonado perfeito para tirar fotos para o Instagram.

O Miradouro da Monsanto situa-se num edifício que foi abandonado em 2001 depois de servir de restaurante, armazém e discoteca, tendo reaberto em 2017 como Miradouro. Agora é o lugar clandestinamente ótimo para tirar fotos e de onde pode ver Lisboa de uma forma completamente diferente.

O Palácio Nacional da Ajuda

Palácio Nacional da Ajuda 2

Talvez durante a sua escapada expressa na capital portuguesa não tenha reparado num dos mais belos palácios de Lisboa, e também um dos menos visitados. O Palácio Nacional da Ajuda é a sede da Biblioteca Nacional da Ajuda e do Ministério da Culturae fica longe da cidade.

Palácio Nacional da Ajuda

O terramoto de 1755 conseguiu demolir o Paço da Ribeira onde residia a casa real, até que a rainha Maria I ordenou a construção do Palácio Nacional da Ajuda. Este novo palácio será a residência da família real portuguesa até ao início do século XIX, e conserva muito deste período. Tanto que hoje possui uma das melhores coleções de artes decorativas de Portugal, com muitas peças de escultura, pintura, porcelana e tapeçaria.

Jardins do Palácio Nacional da Ajuda

Um conselho: aproveite a visita para dar um passeio no jardim botânico da Ajudaum belo jardim de arquitetura italiana que vale a pena se perder.

Um aperitivo em As Bifanas do Afonso

Eu não estou brincando se eu disser que o local é o melhor lugar para tentar um dos mais deliciosos pratos típicos de Portugal: a bifanaum sanduíche de porco cuja simplicidade é o seu sucesso.

O local chama-se “As Bifanas do Afonso” e localiza-se na esquina do Largo Adelino Amaro da Costa com a Rua da Madalena (aqui deixamos-lhe como chegar lá), muito perto do conhecido bairro de Alfama -paragem obrigatória- e da Sé de Lisboa. É um lugar muito pequeno onde só vendem bifanas e que é a melhor representação de comida de rua da cidade. Pino de segurança.

Visite a livraria mais antiga do mundo

Todos falam da livraria Lello no Porto, mas ainda não conheci ninguém que tenha recomendado aquela que é livraria ativa mais antiga do mundo. Foi fundada em 1732, e foi obra do francês Pedro Faure. Pierre Bertrand uniu forças em 1742 e a livraria passou a se chamar Faure & Bertrand, até que após a morte de Faure o nome passou a ser o que conhecemos hoje: Bertrand.

Quem não gosta de navegar pela história? Existem poucos lugares em Lisboa com tanta história viva como este lugar.

Coma o melhor pastel de nata de Lisboa (e não é a pastelaria mais antiga da cidade)

Esqueça os pastéis de Belém da pastelaria mais antiga da cidade, pois é a mais turística e conhecida, mas não quer dizer que seja a melhor. Além do fato de sempre haver fila, encontramos um lugar onde o famoso bolos de creme portugueses são ainda melhores. O nome dele é Manteigaria e é uma fábrica de bolos de nata com instalações no Porto e Lisboa. Seus bolos são um alarde abençoado.

bolos de creme de Lisboa

Já aviso que esta é uma daquelas injeções capazes de induzir orgasmos, pelo que é obrigatório parar para um café e um pastel de nata num dos seus quatro locais em Lisboa:

  • Rua do Loreto 2, a cinco minutos do Museu Arqueológico do Carmo
  • Rua Augusta 195-197, entre a Sé de Lisboa e o Museu Arqueológico do Carmo
  • Avenida Rio de Janeiro 44 B, mesmo à saída do centro histórico de Lisboa
  • Rua de Belém 31, perto da Torre de Belém

Imagens | istock

Em Tendências | Eles são os homens mais bonitos do mundo (e temos algo para todos)

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *