CLM aspira a hospedar uma empresa de saúde inglesa

O presidente de Castilla-La Mancha quer colocar a região “na linha da frente” no tratamento e cura das principais doenças, como o cancro, para o que ambiciona acolher a instalação de uma empresa de origem inglesa na Comunidade. Emiliano García-Page assegurou esta segunda-feira, durante a inauguração do centro de saúde de Cifuentes, Guadalajara, que “lutamos” para que esta empresa de saúde e pesquisa de alta tecnologia se estabeleça no território regional. “Queremos e esperamos poder trazer”, disse, dado que há interesse de outras comunidades autónomas. Isso colocaria Castilla-La Mancha “na vanguarda” da cura deste tipo de doenças, “que são as mais caras”, disse. Conforme indicado, esta empresa pretende instalar-se no nosso país para operar em Espanha, Portugal e América Latina.

García-Page aproveitou o evento em Cifuentes para fazer uma defesa fechada da saúde regional, e mencionou as críticas ou greves que estão ocorrendo nesta área para expressar seu mal-estar. “Me incomoda que todos nos imponham os mesmos padrões, dizer que todos fazemos a mesma coisa me ofende”, alertou, lembrando que “a saúde em Castilla-La Mancha custa três vezes mais por vida do que em qualquer outro lugar”. dando um exemplo de quanto custa manter a saúde em Fuenlabrada e quanto custa trazê-la para toda a província de Cuenca, que tem a mesma população, “cinco ou dez vezes mais”. É por isso que coincidiu com o presidente das Cortes, Pablo Bellido, quando há poucos minutos disse que temos “financiamento regional claramente insuficiente e injusto” que nos obriga a “fazer um esforço enorme, um milagre econômico para atender a essas necessidades “. “Mau financiamento”, acrescentou Page, que enfatizou que a saúde em Castilla-La Mancha é “uma prioridade total”. Por isso, descartou o debate sobre se teria sido melhor encaminhar os pacientes para comunidades vizinhas como Madrid, porque ‘as pessoas teriam saído daqui’ e ‘nos custaria muito mais’. “O importante é trabalhar para que ninguém viva abaixo de suas necessidades, trabalhar para viver acima de suas necessidades”, afirmou.

Marciano Brandão

"Defensor apaixonado da internet. Amante de música premiado. Totó de café. Estudioso de mídia social ao longo da vida."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *