Como a Netflix entrou em uma rotina?

A história de sua ascensão é espetacular. Durante as duas primeiras semanas que netflix chegou ao México, conseguiu mais de 400.000 assinantes e sete anos depois, em 2018, tinha 80% de preferência entre os consumidores de streaming no México, tornando-se um dos territórios com mais assinantes do mundo.

Em 2012 Ted Sarandoscodiretor da Netflix, destacou que o sucesso da empresa no México se deve a certas características básicas.

Alguns foram seu preço acessível (99 pesos no lançamento), seu extenso conteúdo com mais de mil horas de entretenimento (até aquele ano) e nenhuma publicidade comercial.

Leia também: Netflix: os motivos da primeira queda de assinantes da plataforma de streaming em 10 anos

“Estamos buscando mais bandas em nosso serviço e entendendo cada vez mais nosso consumidor final”, explicou Sarandos na época.

Agora, muitas dessas premissas estão mudando.

Este ano, a empresa está passando por uma reestruturação que está custando assinantes, por isso procura implementar novas estratégias.

Os alarmes e luzes vermelhas dispararam na semana passada, pois registrou uma perda de 200.000 assinantes nos primeiros três meses deste ano e embora pareça um número menor para os mais de 200 milhões de assinantes que eles têm, segundo especialistas, a era do expectativas crescentes.

Um dos fatores é a chegada de outros serviços de streaming que pagam assinantes (pelo menos oito plataformas de pagamento já oferecem seu catálogo), tornando a concorrência mais acirrada e o rei do streaming vendo sua fatia do bolo no mundo do entretenimento online reduzida. . .

Assim, a participação da Netflix no visualização de serviços Assinatura OTT (conteúdo gratuito ou streaming) entre adultos cairá de 40,6% em 2021 para 38,9% ou menos em 2022, segundo estimativas de empresas especializadas nesse tipo de medição, como a eMarketer.

“Em 2020, a Netflix experimentou um rápido crescimento com milhões de pessoas se auto-isolando devido à pandemia, mas agora que muitos retomaram seu trabalho ou atividades presenciais, esse declínio chegou”, disse o especialista Luis G y G technology.

A perda também fez as ações da empresa caírem 25%, aumentando os temores de que poderia ser apenas o início de um desastre, já que eles preveem uma perda de outros 2 milhões de assinantes entre abril e junho.

A este complexo cenário junta-se o facto de nos últimos meses a plataforma ter implementado várias estratégias em caráter experimental, como não permitir a troca de contas e a introdução de uma versão do seu serviço a um preço mais baixo, mas com A propaganda.

“A empresa está em constante tentativa e erro; cerca de oito anos atrás Reed Hastings disse que não permitiria que seu conteúdo fosse baixado e anos depois eles permitiram e depois há o serviço suportado por anúncios que eles também recusaram porque um de seus recursos ou o que se distinguia e se orgulhava era ter o conteúdo quando quiser sem anúncios e poder ver tudo ao mesmo tempo e já vimos que alguns conteúdos são publicados semanalmente e agora essa rede de testes eles querem fazer com publicidade. Tentam continuar a atrair assinantes e adaptam-se aos tempos e também à concorrência”.

Leia também: Azteca prepara programa para promover pop mexicano

2 MILHÕES assinantes que a Netflix deve perder entre abril e junho.

25% caiu ações da empresa, em razão da perda de assinantes.

O CAMINHO PARA O ENTRETENIMENTO

emmy-nominations_137368881.jpg
Sua carta de apresentação: House of cards, produção original.

esp_lcdlf_102_unit_01595r_137365366.jpg
Optaram por uma produção local original, como La casa de las flores.

elite_s05_e6_050521_137370084.jpg
Eles buscavam o público adolescente por meio de séries como Elite.

esp_a_police_movie_137365359.jpg
Trazem filmes que concorrem em festivais, como A Police Movie.

esp_monarca_105_unit_01271rc_137365356.jpg
A censura: o cancelamento de séries como Monarca e Sense8.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.