eles passaram pela fase de grupos

A competição começará na próxima terça-feira, 6 de setembro, e contará com um total de 24 jogadores argentinos e Diego Simeone como único técnico.

O “Cholo”, à frente do Atlético de Madrid pela décima vez, estará no grupo B ao lado de Porto, Bayer Leverkusen (Exequiel Palacios) e Bruges.

Com Simeone como DT, a equipe de Madrid, que incluirá Rodrigo De Paul, Ángel Correa e Nahuel Molina, foi vice-campeã duas vezes (2014 e 2016), semifinalista (2017) e resistiu apenas uma vez. ).

A menos de três meses da Copa do Mundo, Messi e Leandro Paredes (que poderá jogar pela Juventus nas próximas horas) enfrentarão seus companheiros na seleção argentina com o PSG em quatro das seis partidas da fase de grupos. etapa que terá início em 6 de setembro.

PSG-Juventus será o duelo mais atraente, pois representará o reencontro de Di María contra sua antiga equipe por sete anos.

Messi tem boas lembranças contra o time italiano Torino, que também conta com Matías Soulé, do Mar del Plata, já que em 2015 o enfrentou na final e venceu o quinto ‘Orejona’ pelo Barcelona.

Além disso, com a camisa “culé”, marcou três gols em sete jogos.

O campeão francês também jogará contra o Benfica, que, graças a Nicolás Otamendi e Enzo Fernández, se classificou da fase anterior.

A zona é completada pelo azarão Maccabi Haifa, que nunca passou da fase de grupos nas duas últimas campanhas.

Lautaro Martínez e Inter (também comandado por Joaquín Correa) caíram no grupo mais difícil, pois enfrentarão Bayern de Munique, Barcelona e Viktoria Plzen.

Robert Lewandowski, a estrela do Barcelona, ​​vai se reunir com o Bayern de Munique, seu antigo time por oito anos.

Os campeões do Real Madrid conseguiram um empate favorável e lideram o Grupo F com Leipzig, Shakthar Donetsk e Celtic Glasgow.

Na gala realizada na cidade turca de Istambul, palco da final desta edição, o grande vencedor do torneio com 14 títulos recebeu ainda os prémios de melhor treinador e jogador, conquistados pelo italiano Carlo Ancelotti e pelo francês Karim Benzema, respectivamente. .

O jovem defesa Alexandro Bernabei, do Lanús, terá a honra de jogar no mítico Santiago Bernabéu com o Celtic.

O Manchester City, comandado pelo espanhol Josep “Pep” Guardiola e composto pelo cordovão Julián Álvarez, enfrentará o Sevilla, time com mais argentinos na competição.

Alejandro Gómez, Erik Lamela, Marcos Acuña, Gonzalo Montiel e Lucas Ocampos terão a pesada tarefa de tirar pontos do campeão da Premier League.

Além disso, eles terão que viajar para a Alemanha para jogar contra o sempre difícil Borussia Dortmund e para a Dinamarca para visitar Copenhague.

O Grupo D é formado por três equipes com a presença de jogadores nacionais: Eintracht Frankfurt, comandado por Lucas Alario, Tottenham, comandado por Cristian “Cuti” Romero, e Olympique de Marseille, comandado por Leonardo Balerdi. Só o Sporting, de Portugal, não tem argentinos.

O Nápoles, com a chegada de Giovanni Simeone, vai enfrentar um exigente Grupo A com Ajax da Holanda, Liverpool da Inglaterra e Rangers da Escócia.

E no Grupo E, o Salzburg de Nicolás Capaldo também teve um sorteio difícil, pois será acompanhado por Milan e Chelsea, dois campeões europeus, e Dínamo Zagreb.

Os oito grupos da Liga dos Campeões serão estes:

Grupo A: Ajax (Holanda), Liverpool (Inglaterra), Naples (Itália), Rangers (Escócia).

Grupo B: Porto (Portugal), Atlético de Madrid (Espanha), Bayer Leverkusen (Alemanha) e Bruges (Bélgica).

Grupo C: Bayern de Munique (Alemanha), Barcelona (Espanha), Inter (Itália) e Viktoria Plzen (República Tcheca).

Grupo D: Eintracht Frankfurt (Alemanha), Tottenham (Inglaterra), Sporting (Portugal) e Olympique de Marseille (França).

Grupo E: Milan (Itália), Chelsea (Inglaterra), Salzburg (Áustria) e Dinamo Zagreb (Croácia)

Grupo F: Real Madrid (Espanha), Leipzig (Alemanha), Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e Celtic (Escócia).

Grupo G: Manchester City (Inglaterra), Sevilla (Espanha), Borussia Dortmund (Alemanha) e Copenhagen (Dinamarca).

Grupo H: Paris Saint Germain (França), Juventus (Itália), Benfica (Portugal) e Maccabi Haifa (Israel).

O torneio será retomado após a Copa do Mundo no Catar em meados de fevereiro de 2023 e a final acontecerá em 10 de junho no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul.

A competição começará na próxima terça-feira, 6 de setembro, e contará com um total de 24 jogadores argentinos e Diego Simeone como único técnico.

O “Cholo”, à frente do Atlético de Madrid pela décima vez, estará no grupo B ao lado de Porto, Bayer Leverkusen (Exequiel Palacios) e Bruges.

Com Simeone como DT, a equipe de Madrid, que incluirá Rodrigo De Paul, Ángel Correa e Nahuel Molina, foi vice-campeã duas vezes (2014 e 2016), semifinalista (2017) e resistiu apenas uma vez. ).

A menos de três meses da Copa do Mundo, Messi e Leandro Paredes (que poderá jogar pela Juventus nas próximas horas) enfrentarão seus companheiros na seleção argentina com o PSG em quatro das seis partidas da fase de grupos. etapa que terá início em 6 de setembro.

PSG-Juventus será o duelo mais atraente, pois representará o reencontro de Di María contra sua antiga equipe por sete anos.

Messi tem boas lembranças contra o time italiano Torino, que também conta com Matías Soulé, do Mar del Plata, já que em 2015 o enfrentou na final e venceu o quinto ‘Orejona’ pelo Barcelona.

Além disso, com a camisa “culé”, marcou três gols em sete jogos.

O campeão francês também jogará contra o Benfica, que, graças a Nicolás Otamendi e Enzo Fernández, se classificou da fase anterior.

A zona é completada pelo azarão Maccabi Haifa, que nunca passou da fase de grupos nas duas últimas campanhas.

Lautaro Martínez e Inter (também comandado por Joaquín Correa) caíram no grupo mais difícil, pois enfrentarão Bayern de Munique, Barcelona e Viktoria Plzen.

Robert Lewandowski, a estrela do Barcelona, ​​vai se reunir com o Bayern de Munique, seu antigo time por oito anos.

Os campeões do Real Madrid conseguiram um empate favorável e lideram o Grupo F com Leipzig, Shakthar Donetsk e Celtic Glasgow.

Na gala realizada na cidade turca de Istambul, palco da final desta edição, o grande vencedor do torneio com 14 títulos recebeu ainda os prémios de melhor treinador e jogador, conquistados pelo italiano Carlo Ancelotti e pelo francês Karim Benzema, respectivamente. .

O jovem defesa Alexandro Bernabei, do Lanús, terá a honra de jogar no mítico Santiago Bernabéu com o Celtic.

O Manchester City, comandado pelo espanhol Josep “Pep” Guardiola e composto pelo cordovão Julián Álvarez, enfrentará o Sevilla, time com mais argentinos na competição.

Alejandro Gómez, Erik Lamela, Marcos Acuña, Gonzalo Montiel e Lucas Ocampos terão a pesada tarefa de tirar pontos do campeão da Premier League.

Além disso, eles terão que viajar para a Alemanha para jogar contra o sempre difícil Borussia Dortmund e para a Dinamarca para visitar Copenhague.

O Grupo D é formado por três equipes com a presença de jogadores nacionais: Eintracht Frankfurt, comandado por Lucas Alario, Tottenham, comandado por Cristian “Cuti” Romero, e Olympique de Marseille, comandado por Leonardo Balerdi. Só o Sporting, de Portugal, não tem argentinos.

O Nápoles, com a chegada de Giovanni Simeone, vai enfrentar um exigente Grupo A com Ajax da Holanda, Liverpool da Inglaterra e Rangers da Escócia.

E no Grupo E, o Salzburg de Nicolás Capaldo também teve um sorteio difícil, pois será acompanhado por Milan e Chelsea, dois campeões europeus, e Dínamo Zagreb.

Os oito grupos da Liga dos Campeões serão estes:

Grupo A: Ajax (Holanda), Liverpool (Inglaterra), Naples (Itália), Rangers (Escócia).

Grupo B: Porto (Portugal), Atlético de Madrid (Espanha), Bayer Leverkusen (Alemanha) e Bruges (Bélgica).

Grupo C: Bayern de Munique (Alemanha), Barcelona (Espanha), Inter (Itália) e Viktoria Plzen (República Tcheca).

Grupo D: Eintracht Frankfurt (Alemanha), Tottenham (Inglaterra), Sporting (Portugal) e Olympique de Marseille (França).

Grupo E: Milan (Itália), Chelsea (Inglaterra), Salzburg (Áustria) e Dinamo Zagreb (Croácia)

Grupo F: Real Madrid (Espanha), Leipzig (Alemanha), Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e Celtic (Escócia).

Grupo G: Manchester City (Inglaterra), Sevilla (Espanha), Borussia Dortmund (Alemanha) e Copenhagen (Dinamarca).

Grupo H: Paris Saint Germain (França), Juventus (Itália), Benfica (Portugal) e Maccabi Haifa (Israel).

O torneio será retomado após a Copa do Mundo no Catar em meados de fevereiro de 2023 e a final acontecerá em 10 de junho no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.