Endesa usa tecnologia aérea de última geração para revisar suas redes em Huelva

A Endesa dispõe de tecnologia aérea de última geração para controlar a sua rede na província de Huelva, utilizando drones e helicópteros equipados com câmaras térmicas, tecnologia LIDAR, vídeo 4K e fotografia de alta qualidade. A empresa, através da sua subsidiária E-distribución, está a realizar durante o verão um reforço da revisão das suas linhas aéreas de alta e média tensão com o objetivo de antecipar qualquer imperfeição ou ponto sensível que estas instalações possam apresentar e atuar de forma preventiva caminho. Para isso, a empresa utiliza as mais recentes tecnologias, investe mais de 750.000 euros em toda a Andaluzia.

Na província de Huelva, a Endesa inspeccionou 839 quilómetros de linhas de alta tensão e prevê-se que 1.063 linhas de média tensão sejam inspeccionadas em breve. Para isso, os técnicos da Endesa utilizam as mais recentes tecnologias, usar helicópteros equipados com câmeras de visão termográfica em suas revisões e tecnologia Lidar de última geração, e como novidade este ano, uma câmera de vídeo 4K e fotografia de 150 megapixels foram incorporadas.

A revisão do helicóptero tem como objetivo de detectar anomalias que possam afetar o bom funcionamento das instalações e a continuidade do fornecimento de energia, daí a tecnologia instalada nos helicópteros.

Por um lado, as câmeras termográficas do helicóptero permitem a inspeção da rede com câmeras infravermelhas, para detectar se há um elemento que tem uma temperatura mais alta que o normal. Se uma anomalia for detectada, as coordenadas do “ponto fraco” são registradas e o mecanismo de correção é ativado automaticamente.

Além desta tecnologia, a Endesa possui a tecnologia LIDAR (Light Detection and Ranging) -Detecção por luz e distância- que combina a tecnologia GPS com sensores a laser e permite fazer mapas tridimensionais e mapear linhas de energia. Esta ferramenta oferece informações sobre o relevo do terreno e a vegetação que o cobre, o que é muito útil para criar mapas de alta resolução de áreas florestais e planejar tarefas de desmatamento.

Este equipamento combinado com imagens de câmeras 4K para registrar toda a inspeção de linhas e postes de alta tensão, para que a visão produzida possa ser analisada em detalhes. Além disso, Os técnicos da Endesa utilizam ocasionalmente drones para as suas verificações, tecnologia aplicada desde 2012 em Huelva e em toda a Andaluzia. Esses dispositivos são equipados com câmeras de alta resolução que capturam imagens das linhas e são particularmente úteis para verificar as condições da infraestrutura em áreas de difícil acesso sem ter que interromper o fornecimento de energia. Os drones também permitem verificar a largura dos corredores de segurança que funcionam como firewalls.

Precisamente, esses corredores são mais uma parte das ações preventivas que a Endesa acontece entre os meses de outubro e maio em coordenação com a Junta de Andaluzia, e consistem na derrubada e poda preventiva da vegetação próxima às linhas de energia. Assim, podem ser abertos corredores de segurança sob as redes de alta, média e baixa tensão, o que permite evitar incidentes no fornecimento de energia e minimizar o risco de incêndio. Os trabalhos de corte e poda selectivos são efectuados de acordo com os critérios estipulados nas normas nacionais e regionais, que estabelecem a periodicidade de acordo com o calendário de crescimento das diferentes espécies.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.