Farmacêutico da Catalunha completa 100 anos

José Manuel Rigueiro, Roger Torrent e Yasushi Sato.

A multinacional japonesa otsuka celebrou em Espanha os 100 anos de história transcorridos desde a sua fundação por Busaburo Otsuka.

O evento aconteceu em Barcelona (onde está sediada na Espanha), na residência do Ilustre Cônsul Geral do Japão em Barcelona, yasushi satoe que teve a presença como orador de Etsuro Sotooo escultor-chefe e diretor artístico do Templo Expiatório de A Sagrada Família; e de Roger TorrentMinistro do Comércio e do Trabalho da Generalitat de Catalunya e ex-presidente da Parlamento da Catalunha.

Sob o lema “Uma grande história para um grande futuro”, o CEO da Otsuka Pharmaceutical Espanha, José Manuel Rigueirodestacou o fator que caracterizou a empresa desde a sua criação: “Nossa história, que começou no Japão, é a de uma empresa que, há mais de um século, tem como objetivo contribuir para melhorar a vida das pessoas, através produtos inovadores”.

Nesta linha, o diretor da Otsuka Pharmaceutical Spain, subsidiária presente no país por 42 anos e mais relevante na Europa em termos de volume de pessoal, faturação e marketing de produtos, anunciou que a empresa continua a crescer com a incorporação de Portugal na subsidiária espanhola para a comercialização de novos produtos e o estudo de novas abordagens terapêuticas nas áreas de Nefrologia e a Saúde mental por meio de seus programas de pesquisa.

“Estamos empenhados em investigar alguns áreas terapêuticas e doenças de baixa incidênciadesenvolver medicamentos que levem esperança a pessoas que sofrem de patologias graves”, explicou. Rigueiro.

Otsuka, presente em diversas áreas terapêuticas

A saúde mental é uma das principais prioridades da empresa, como afirma seu CEO: “Há mais de 30 anos, a empresa se compromete a fornecer soluções terapêuticas que respeitem a qualidade de vida e a funcionalidade de pacientes com doenças mentais graves, como esquizofrenia e a Transtorno bipolar”.

Outro dos pilares de Otsuka é a nefrologia, área em que está investigando novas opções de tratamento para doença renal crônica e patologias derivadas, além de trabalhar para aumentar conscientização sobre doenças renaiscomo o doença renal policística autossômica dominanteuma doença hereditária grave que pode causar insuficiência renal.

A Otsuka também concentra seus esforços em fornecer soluções para doenças de baixa prevalência, como tuberculose. Dentro das doenças infecciosas, esta patologia foi uma das principais prioridades de investigação da empresa, que decidiu investir de forma a apresentar soluções inovadoras numa altura em que a maioria das empresas farmacêuticas estava a perder o seu investimento nesta área.

Há décadas, eles também investigam para entender os efeitos que as patologias relacionadas aos hormônios podem ter, endocrinologia. Nesta área, tem-se centrado particularmente na hiponatremiaque causa baixos níveis de sódio no sangue e pode afetar seriamente as pessoas que o têm.

Finalmente, ele está investigando malignidades hematológicascomo o ABCassim como outros patologias onco-hematológicas pouco discutido. “Nosso objetivo é continuar contribuindo para melhorar a saúde global sem perder nossa essência ou renunciar à herança que fez desta empresa um grupo único e singular que, há 100 anos, leva esperança a milhões de pessoas em todo o mundo. ”, concluiu Rigueiro.

Otsuka comemora seu centenário

Cem anos após sua fundação, a Otsuka é hoje uma grande holding com vendas de € 11,6 bilhões em 2021, incluindo 1,8 bilhão de euros dedicados à área de pesquisa e desenvolvimento. Atualmente possui 175 fábricas e emprega 47.000 pessoas em 33 países diferentes.

Na Espanha, o grupo Otsuka tem três negócios principais: farmacêutico, nutracêutico Sim químicacom uma equipe de 576 funcionários. Possui uma infraestrutura composta por 4 plantas de produção (3 na Catalunha e 1 em Madrid), um Laboratório de controle de qualidade que presta serviços a toda a Europa, para além dos respetivos escritórios comerciais.

O ramo de Farmacêutica Otsuka na Espanha É a maior subsidiária da Europa em termos de pessoal, faturamento e portfólio, segundo a empresa.

Embora possa conter depoimentos, dados ou notas de instituições ou profissionais de saúde, as informações da Redação Médica são editadas e elaboradas por jornalistas. Recomendamos que o leitor consulte um profissional de saúde com qualquer dúvida relacionada à saúde.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.