Fundeun está trabalhando no Restart, um projeto de treinamento em empreendedorismo de economia circular

ALICANTE. o A Fundación Empresa e a Universidade de Alicante (Fundeun) participam do projeto Restart (Fortalecimento do modelo de economia circular para startups)um projeto europeu enquadrado no programa Erasmus+ que visa apoiar o empreendedorismo que respeita o ambiente e formar empreendedores na economia circular. É liderado pela empresa GrantXpert de Nicósia e beneficia, para além da Fundeun, da colaboração da Danmar Computers, IDEA e Innovative Develop Excel Acomplished Limited do Chipre, Hellenic Open University e Innovation Hive da Grécia, Universidade da Beira Interior, em Portugal .

Enquanto esse novo grupo de empreendedores circulares está crescendo, pouca ou nenhuma pesquisa foi realizada para entender por que e como esses empreendedores estão criando novos negócios dentro da economia circular.

O projeto Restart quer que você apoie jovens que tentam desenvolver seu projeto na economia circular. Eles também querem que os jovens entendam melhor o conceito e como ele pode ser adotado como uma forma sustentável de pensar e operar para as start-ups da União Europeia no século XXI. Assim, o projeto visa proporcionar aos participantes um amplo conhecimento e compreensão da economia circular, da necessidade de inovação e da responsabilidade da sua empresa para o desenvolvimento sustentável.

Combina um programa prático com uma ideia de negócio circular que os participantes pretendem desenvolver. No final deste projeto, os participantes poderão produzir um plano de negócios circular abrangente para lançar um novo negócio circular ou spin-off.

Assim, o projeto Restart deverá ter impacto junto de grupos-alvo como estudantes, académicos, formadores ou empresários. Os alunos participantes obterão conhecimento de negócios, aprimorarão habilidades multifuncionais, serão inspirados e receberão orientação para experimentar o plano de uma ideia a um plano de negócios circular. Isso os ajudará a superar o medo do fracasso, gerenciar riscos e se tornar mais empregáveis.

O principal público-alvo que participará de todas as atividades do projeto terá acesso a incubadoras, centros de inovação, consultores profissionais e especialistas em negócios. Além disso, o projeto visa apoiar os alunos no desenvolvimento de novos negócios, mas também mostrar-lhes como comercializar as suas empresas e ideias inovadoras através do lançamento de um spin-off universitário. Além disso, o começarEmpreendedores, investidores e incubadoras locais poderão explorar novas oportunidades colaborando com estudantes aspirantes que têm uma vasta experiência na criação de um modelo de negócios circular, através do qual ideias inovadoras têm maior probabilidade de surgir e crescer.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.