“Haverá equipes na Liga Europa construídas para vencer a Liga dos Campeões”

O português José Mourinho, treinador da Roma, disse esta quarta-feira que o objetivo da sua equipa é chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa, jornada em que “haverá equipas construídas para vencer a Liga dos campeões”, em referência ao Barcelona, ​eliminado da mais alta competição europeia.

A Roma de Mourinho é forçada a vencer o Ludogorets búlgaro para chegar às oitavas de final da Liga Europa, onde poderá enfrentar o Barcelonaque terminou em terceiro lugar na Liga dos Campeões “Grupo da Morte” e, portanto, cai nesta fase na segunda competição europeia.

“A ambição dos jogadores não é voltar a ganhar a Liga da Conferência, mas sim ir para as eliminatórias da Liga Europa, mesmo que haja equipas que se construíram para ganhar a Liga dos Campeões”, disse o treinador setubalense, ex-Real Madrid. treinador.

“Temos apenas um resultado disponível, que é a vitória, porque queremos avançar na ‘Liga Europa’. Será um jogo difícil, mas também para eles (Ludogorets), que ainda nos venceram no jogo. ele adicionou.

O português valorizou o seu rival, “uma equipa que vai jogar sabendo que tem dois em três resultados a seu favor” mas “perigoso no contra-ataque, com jogadores rápidos que podem criar situações perigosas”.

Mourinho mais uma vez confidenciou seus torcedores para a partida transcendente, como fez no duelo contra o Bétis.

“A vitória em Verona nos deu positividade e o estádio estará cheio, haverá uma atmosfera de jogo decisiva, como aconteceu no ano passado contra Bodo, Leicester e Vitesse”, disse ele.

Para a partida, o treinador poderá convocar uma de suas melhores opções para o ataque, o italiano Nicolo Zaniolo, cuja sanção foi reduzida pela UEFA por atacar o argentino Germán Pezzella, jogador do Betis, de três para dois jogos.

“Parece uma redução justa para mim, no máximo parece que deveria ter sido uma penalidade de um dia. Tê-lo é importante para nós porque ele pode nos ajudar a vencer”, disse ele.

No entanto, o jogador sofreu uma entrada dura na última segunda-feira na Série A e está em dúvida: “Ainda não sei se ele vai poder jogar ou não, porque a contusão era grande e a dor era forte. Vamos ver como ele se sente, gostaria que ele estivesse disponível”. EFE

No Prensa Libre, a Copa do Mundo já começou: Registre-se gratuitamente aqui ao boletim informativo Qatar 2022 e experimente a paixão pelo futebol conosco.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *