Jean disse-nos na equipa de meninos portugueses, quem conhece você

Cerro Porteño continua no topo do campeonato graças ao único cabeceamento de Braian Samudio. A vantagem poderia ter sido maior se o goleiro do Barça, Jean Fernandes, não tivesse perdido o chute de doze passos.

O brasileiro não foi muito ativo, exceto nos minutos finais, quando no dia 12 de outubro saiu com tudo em busca do empate. Embora dentro de campo, parece que ele deu um show à parte de Ra’e. O meia do Tejedor, Aldo Vera, disparou munição de alto calibre contra o goleiro Rapai.

Vera o acusou de abuso verbal. “Jean disse-nos na pequena equipa portuguesa, quem vos conhece. Acreditamos que Chilavert e Chilavert existe apenas um”, vi o jogador em contato com o Fútbol a lo Grande às 10:80.

Com o passar dos minutos, o tom da entrevista foi aumentando ao se notar que Vera ipochyeterei enfrentava o goleiro: “Você podia ver que o pênalti ia ser desperdiçado pela forma como foi defendido. Ele pensou que era Cristiano Ronaldo”, acrescentou.

Mas isso não é tudo, em outro momento, o elenco número 8 de Itaugüeño revelou o que um dos próprios companheiros de Fernandes supostamente lhe disse.

“Alguns de seus companheiros me disseram ‘Foda-se porque eu rezo ndoikatúi, oreko ijabogado'”, dando a entender que há certos jogadores do mesmo time que querem que Jean receba o que ele merece, porque eles não podem por causa da proteção que ele tem dentro do clube.

O escândalo foi armado nas redes após as declarações de Vera, que não quis identificar o colega do Barça que lhe passou o recado no meio da partida.

O gol foi negado por enquanto para o goleiro do Barça, que já havia tentado várias cobranças de falta e agora errou seu primeiro pênalti.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.