La Xunta inicia em Ourense a formação básica em empreendedorismo dos “Decisores da Academia” que abre com 19 participantes

Santiago de Compostela, 30 de agosto de 2022.A Directora-Geral do Empreendedorismo e Apoio ao Emprego, Margarita Ardão, abriu hoje por videoconferência a Workshop sobre Competências Empresariais Básicas no 19 pessoas participam com uma ideia de negócio anterior que eles querem desenvolver de acordo com a filosofia criador. A atividade, que acontece de O Centro de Empreendedorismo e Apoio ao Emprego de Ourense Centro e Sul, localizado em Verín, é o primeiro detido pela Academia Criadoresum projeto inscrito no programa transfronteiriço tomadores de decisão de negócioscom o objectivo de estimular a iniciativa empresarial na Galiza e Norte de Portugal.

O director-geral destacou a oferta da Xunta de Galicia que “resulta da concepção de um conjunto completo de actividades formativas cujo objectivo é proporcionar fabricantes mais de 18 as ferramentas que lhes permitem transformar a sua ideia ou o seu protótipo numa ideia de negócio ou numa melhoria inovadora ao serviço das empresas da Eurorregião”.

O Workshop de Competências Empresariais Básicas começou hoje com uma primeira atividade intitulada Como apresentar minha ideia: O pitch. Esta é a primeira sessão de um total de oito que serão ministradas online, e que oferece 20 horas de treinamento divididas em quatro módulos sobre como se apresentar às empresas (módulo 1), como tratar os clientes (módulo 2), como explorar as vendas (módulo 3) e um quarto sobre a construção de modelos de negócios escaláveis ​​e financiamento para empreendedorismo.

A atividade é financiada por fundos do Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (Poctep).

Cultura criador constitui um activo fundamental para a empresa e para o seu tecido comercial e industrial, salientou Ardão, que destacou o trabalho do programa tomadores de decisão de negócios que lançam esta Academia, com a missão de fornecer espaços, ferramentas para pessoas que desejam formar, inovar e *reinventar utilizando tecnologias de fabricação digital sob a filosofia do “faça você mesmo”.

Em setembro, as atividades do Academia de criadores também em Vilanova de Arousa (Pontevedra), Silleda (Pontevedra) e Coristanco (A Coruña).

Graças a esta iniciativa, o governo galego espera poder assessorar mais de 60 projetos e dar origem a cerca de trinta empresas, das quais 20 na Galiza.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.