Manuel Caballero enfrenta uma temporada que será importante

Há dias foram oficialmente conhecidos os cartazes da próxima feira taurina de Fallas, em que na assinatura, na tourada da Virgen de los Desamparados, consta o nome de Albacete Manuel Caballero, a 6 de maio, numa das touradas mais tradicionais da capital valenciana. Além disso, o aluno da escola taurina de Albacete Samuel Navalón e duas tardes o Murciano-Albaceteño Paco Ureña, que o farão duas vezes, no dia 15 com Ángel Téllez e Francisco de Manuel com touros de Juan Pedro Domecq e no Dia do Padroeiro, 19 de março, um a um com os touros de Daniel Luque e Victorino Martín.

Manuel Caballero, que se estreou com os picadores em maio passado nas Casas Ibáñez, enfrenta esta temporada uma digressão por locais mais responsáveis ​​e conseguiu entrar em Valência nas touradas em maio, organizando um festival em Portugal no próximo mês de fevereiro , com Tomás Rufo de Toledo e gado da Murteira Grave, com três destros portugueses e López Chaves de Salamanca. Conversamos com Caballero, que se prepara intensamente para esses compromissos e outros que virão em uma temporada de grande importância para o homem de Albacete.

“O empenho é cada vez maior este ano, mas era o que tinha de fazer e para isso estou a preparar-me, pelo que encaro este desafio com muito entusiasmo. Não pude participar nas corridas de março, mas a corrida de maio é muito importante no calendário desta praça e no circuito taurino e embora tivesse gostado de estar em Fallas, a praça é a mesma, o público é igual e as orelhas são cortadas do mesmo jeito, então tem que mirar forte, marcar pontos e mostrar a cara, porque não importa se é em Fallas ou em maio porque sempre é uma oportunidade”.

Uma boa novilha e uma companheira sólida. “As coisas do Guadaira são boas. Gado comprovado, Jandilla original, e muito feliz por ser anunciado com ele, espero que tenhamos sorte, eles porque atacam e posso aproveitar esses ataques e o outro anunciado, porque deixaram um vazio para um valenciano de sucesso, Sergio Rodríguez é um bom toureiro, mas ei, aqui cada um faz a sua guerra e todos queremos morder uns aos outros para sair vitoriosos e abrir caminho. Você tem que competir por si mesmo, o que é o mais importante.”

Antes, no próximo mês, organiza um grande festival em Portugal. “Sim, no dia 4 de fevereiro participo numa festa com o Tomás Rufo e o gado Murteira Grave, com o ponto de exigência que este ferro tem, mas falaram-me desta festa, que se realiza todos os anos e é organizada pelo pecuarista em a praça de Mourão, que é uma festa bacana. Tenho uma grande admiração pelo Tomás Rufo porque conseguir o que está a fazer não é nada fácil sendo tão jovem, por isso mesmo que seja um festival há que sair e morder todos os sítios”.

Semelhança da carreira de Rufo com a de seu pai Manuel Caballero em seu primeiro ano. “O Tomás Rufo e o meu pai tiveram um início de carreira avassalador porque nenhuma grande porta os impediu nos locais onde atuaram, por isso o Rufo e o meu pai são dois exemplos a seguir se queres fazer acontecer. “.

Tranquilidade à medida que mais lugares para lutar chegam. “Neste momento, treinar com calma enquanto as coisas acontecem e adquirir compromissos como Valência, tentar andar nestes locais, por isso a preparação é intensa e importante e muito mentalizada para que o que tem de acontecer seja bom e tentar bater o mais forte possível para chegar lá e estar na boca dos fãs.

Advogado.

Ele ainda não tem uma procuração oficial. “Há muitas pessoas atrás de mim me apoiando e me ajudando, mas no momento não há nada assinado ou ninguém para assinar, mas sei que as pessoas atrás de mim estão fazendo e querendo o melhor para mim e mesmo que não haja ninguém no leve, estou muito calmo e relaxado, me preparando o máximo possível para o momento para não decepcioná-los. Meu pai se preocupa muito e minha responsabilidade é me preparar para não decepcioná-lo, mas a primeira coisa é não me decepcionar, porque as coisas são demonstradas com fatos e os fatos devem ser feitos na hora”.

Marciano Brandão

"Defensor apaixonado da internet. Amante de música premiado. Totó de café. Estudioso de mídia social ao longo da vida."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *