Miguel Franco: “Viajei de autocaravana por Portugal, com uma anedota incluída”

Deve vê-los no verãonas férias, no lazer, uma oportunidade de ajudar os outroscom independência de não desista do restoesporte, passatempos que lhe interessam, como andar de bicicleta ou viajar para novos destinos em seu motorhome. Mas sim, antes de tudo, um verão arrumadocolocar em prática o que pode ser considerado quase uma filosofia de vida quem vem para quebrar padrões preconcebidos tradicional do agenda que nos acompanha diariamente.

Miguel Franco Múrcia não é professor do ensino médio caminho tradicional. Seus envolvimento com seus alunos e a equipe de ensino que o rodeia sempre foi máximopesquisar responder a situações que geralmente se repetiam e que às vezes estressavam aqueles que se sentavam do outro lado da mesa todos os dias. “Vestem vinte anos como professor, um tutor. Uma das questões que mais me preocupava era a dificuldade crescente em organizar suas tarefas crianças da escola”, disse.

Os trabalhos de casa atribuídos pelos professores tornaram-se mais complexos “porque muitas vezes demos por garantidas as aptidões e competências no gerenciamento de tecnologia que os alunos não tinham. E a isso se somou a pandemia que envolveu envio via WhatsApp, e-mail, plataformas… Uma situação que veio para ficar. o famílias ficaram sobrecarregadas e a agenda habitual não deu resposta”, explicou.

Em sua ânsia de encontrar uma solução, ele começou a investigar Obter coisas de Done um sistema de gerenciamento de produtividade e tempo que ajuda a realizar e gerenciar tarefas, bem como cumprir compromissos de forma eficiente e sem estresse, graças a um sistema completo de listas e calendários”. E foi assim que ele descobriu o livro ‘Organize de forma eficaz‘ do David Allenque se baseia no princípio de que uma pessoa deve liberar sua mente de tarefas pendentes, salvando-as em um local específico.

E embora procurado e procurado, não encontrou nenhum hardware físico que atendesse às necessidades levantadas. “É quando Decido criar o livro Minha organização escolarMiCoe é um alternativa real ao jornal escolar tradicional usado principalmente por estudantes de todas as idades. Ajude os alunos a organizar a lição de casa e se preparar adequadamente para suas tarefas e exames”, disse ele.

MiCoe faz parte de um projeto global que visa facilitar a aprendizagem autônoma para os alunos, desenvolver habilidades de eficácia pessoal“evitar o esquecimento de tarefas ou informações, cumprir prazos confortavelmente, aproveite o tempo disponível fazer o trabalho ou se preparar para os exames e não deixar tudo para o fim”.

A aventura começou em 2018 e o ‘trabalho de campo‘ com grupos experimentais a conseguiu adaptá-lo com resultados visíveis. “É verdade que há alunos que afirmam que continuam a ter as mesmas notas, mas o seu dia-a-dia é muito mais calmo. Eles não estão mais sujeitos a esse estresse constante, porque sabem o que fazer a qualquer momento e por onde começar. Eles aproveitam o tempo disponível para fazer a lição de casa ou se preparar para os exames e evite descuidos, respeite os prazos corretamente”.

Este método’ aplicado em várias escolas e institutos de Lorcamas também MiCoe está presente em País Basco“traduzido para o basco por um pai, Ruben Garcia; Valência; Catalunha; Madri; Castela La Mancha; Sevilha e dois estudantes de Escola Francesa de Múrciaeles também usam”, disse ele.

O verão permitiu este professor”configurar » o novo MiCoe “em que o equipe pedagógica da escola Ana Caicedo Richard e a Equipa de gestão do IESO Pedanías Altas”. Mas ele também passou parte de seu tempo criando novo conteúdo no site MiCoe. “As pessoas estavam perdendo mais detalhes, que foram fornecidos.” O projeto ainda é muito jovem, frisou, embora estivesse otimista porque “Até agora não conheço nenhuma alternativa.. Não há nada parecido, embora o MiCoe ainda tenha um longo caminho a percorrer. O MiCoe não é perfeito nem mágico (é preciso seguir o procedimento) e pode não ser uma proposta adequada para cem por cento dos alunos, mesmo que seja para a maioria”.

Mas o verão deu muito de si por isso Professora na Escola Secundária La Paca. Conhecido é o seu amor pelos esportes. Padel, ciclismo, caminhadas, corridas de montanha… são alguns dos seus mais do que hobbies aos quais dedica tempo extra no verão. Seus férias são família, como admitiu. “Alguns deles, os passamos em Calabardina, na casa da família, onde sempre passei o verão. Da varanda, no alto deste bairro aquilino, a vista é espetacular. Não só você pode ver o Litoral da Calabardinamas estendendo a vista são visíveis, ao anoitecer, pequenas luzes associadas à cidade de Águilasmas também de San Juan de los Terreros e outras cidades de Almería.

De dia, o Ilha dos Irmãos, aparece imponente no perfil litorâneo. Mas nem todo o tempo foi gasto tomando banho em Calabardina e praticando esportes em seu ambiente imediato. “Viajamos de motorhome por Portugal, com anedota incluída. Eles mudaram recentemente de motorhome. “Este é um pouco maior e mais velho. Paramos para encher o tanque de água e quase por inércia coloquei no dieselcom a retrospectiva resultante, mas felizmente nós conseguimos resolver”.

Eles puderam visitar o norte de Portugal e as Rías Baixas. “É uma região incrível. Gostamos muito de viajar de motorhome. Estamos fazendo isso há um tempo.” Embora ele tenha reconhecido que Entre as rotas que mais gostam estão os Pirinéus franceses. “Gostamos porque é um local com temperatura muito boa, fresco, com poucas pessoas e onde autocaravanas são bem-vindasque no momento não estão em toda parte”.

E, claro, o passeio pelos Pirineus franceses sempre coincide com o passeio. “Somos muito ainda aguardando a apresentação do Tour de France conhecer as diferentes etapas e assim conhecer o percurso pelos Pirenéus. Costumamos ajustar nossa viagem para aproveitar certas etapas que acontecem nesta região, porque gostamos muito de andar de bicicleta”.

o férias são família agorapois estão acompanhados de seus dois pequeninos, e circunscrito ao território peninsular, com licenças como a dos Pirenéus. Mas não há muito tempo suas férias foram, um verdadeiro “tour”. “Nós demos passeio de bicicleta pela península ibéricaestivemos na Turquia, estivemos em os Alpes… A verdade é que nosso verão agora não é nada fora do comum. Muita praia, família, amigos… Aproveitamos esta oportunidade para desfrutar de boa companhia e da nossa esplanada na Calabardina”, concluiu.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.