Morreu Fernando Gomes, bi-Chuteira de Ouro e melhor marcador do Porto

Lisboa, 26 de novembro O ex-futebolista português Fernando Gomes, bicampeão da Chuteira de Ouro e artilheiro do Porto, morreu no sábado, aos 66 anos, após uma longa batalha contra o câncer, informaram os “dragões”.

“É com muita tristeza e consternação que o Futebol Clube do Porto comunica o falecimento de um dos principais nomes da sua história. Fernando Gomes, dupla Bota de Ouro e melhor marcador da camisola azul e branca, faleceu este sábado, aos 66 anos, em consequência de uma doença prolongada”, disse Porto em comunicado.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa, bem como dirigentes do panorama desportivo e político manifestaram as suas condolências pela perda.

Os ‘dragões’ recordaram que Gomes, nascido no Porto em novembro de 1956, ‘colecionou golos e títulos ao longo da sua curta carreira nas categorias de base’ e que ‘logo se tornou ainda mais produtivo no futebol sénior’.

Estreou-se pela equipa principal do Porto aos 17 anos e aos 20 afirmou-se como melhor marcador da Liga na primeira das seis vezes.

Foi cinco vezes Campeão Nacional, uma vez Campeão Europeu, três Taças de Portugal, três Supertaças Cândido de Oliveira e uma Taça dos Campeões Europeus.

Foi galardoado com a Chuteira de Ouro de melhor marcador da Europa em 1983 e 1985 e “foi dono e dono da camisola 9 e da bracelete azul e branca nas décadas de 1970 e 1980”, acrescentou o clube, que transmitiu as suas condolências ao família, amigos e fãs.

Durante sua carreira de vinte anos com os “dragões”, ele disputou 452 partidas e marcou 355 gols.

“A sua experiência no campo e no comando do departamento de prospecção deu-lhe o background mais do que suficiente para assumir o cargo de director de treinos dos Dragões, cargo que ocupou até ao último dia apesar de problemas de saúde”, refere o comunicado. .

Por ocasião da sua morte, a FPF decretou minuto de silêncio nas competições que organiza até segunda-feira, dia 28 de novembro.

Por seu lado, o presidente da Liga portuguesa, Pedro Proença, publicou uma mensagem no Facebook em que declara ter recebido a perda de Gomes com “profunda consternação”, “uma figura maior que o futebol, um jogador extraordinário mas, acima de tudo , um senhor que marcou a vida de quem com ele conviveu”.

“O futebol português perde um dos seus maiores embaixadores, alguém que sensibilizou dentro e fora do relvado. As melhores memórias de Fernando Gomes vão ficar”, acrescentou.

O treinador dos ‘Dragões’, Sérgio Conceição, também se despediu de Gomes através das redes sociais com um ‘adeus’ e afirmou que ‘um símbolo’ do Porto e do futebol português se foi.

“Nossos caminhos se cruzaram muito antes do futebol. Desde cedo aprendi a valorizar o Fernando como homem. Ao longo dos anos, tivemos uma relação de muito respeito e admiração, somando o futebol ao que nos unia”, postou no Instagram. .

Publicaram também mensagens de despedida ao Benfica e ao Sporting de Portugal, entre outras entidades. EFE.

cch/jl

Francisco Araújo

"Nerd de álcool. Leitor. Especialista em música. Estudante típico. Jogador irritantemente humilde. Especialista em zumbis. Solucionador de problemas sutilmente encantador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *