O ‘planchazo’ voluntário de um atleta português que lhe permite ir às meias-finais


  • Conseguiu ultrapassar o rival e classificou-se para a meia-final dos 110 com barreiras do Campeonato da Europa Multidesporto


  • Não é a primeira vez que o atleta português João Vítor Oliveira recorre a esta arriscada manobra para obter a classificação


  • Há um mês, durante o Campeonato de Portugal de Atletismo, atirou-se de cabeça quando chegou à meta e venceu

Foi uma corrida com um resultado surpreendente. O corredor português João Vitor De Oliveira fez de novo, ele se jogou no ferro quando chegou à linha de chegada e isso valeu-lhe o acesso às meias-finais dos 110 com barreiras do Campeonato da Europa Multidesporto.

Nas fotos você pode ver como ele estava atrás de seus concorrentes e milésimos antes de chegar à linha de chegada ele se lançou de cabeça. Primeiro entre no seu peito Ele lidera seus adversários por dois milésimos de segundo (0,0002), que ele precisava para se classificar. Esta será a imagem desta terça-feira, 16 de agosto, do Campeonato da Europa Multidesporto: o salto do português com barreiras João Vitor De Oliveira, durante a sua série de 110m com barreiras.

Um salto desesperado que permite a João Vitor de Oliveira ultrapassar o concorrente belga, Michel Obasuy, por dois milésimos e chegar às meias-finais dos 110m com barreiras, em Munique.

João Vitor De Oliveira ultrapassa o seu concorrente belga Michel Obasuyniusdiario.es

Não é a primeira vez que faz isso, Oliveira é reincidente ao se jogar como Superman. Um mês atrás, no final da corrida 110 metros com barreiras no Campeonato de Portugal de Atletismo foi iniciado em ferro e impôs-se aos seus concorrentes de forma extraordinária e venceu a corrida. Está três centésimos à frente de Abdel Larrinaga, concorrente do rival Sporting de Lisboa, sagrando-se assim campeão português.

Na verdade, é uma técnica não convencional que lhe permitiu obter bons resultados em outras ocasiões, como quando esse salto permitiu que ele se classificasse para as semifinais da 110 metros com barreiras do Jogos Olímpicos Rio 2016. A última vez que o fez foi em 2019, também no campeonato português.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.