Onze enxadristas cubanos no Aberto Internacional de Mirandela, Portugal – Juventud Rebelde

Esta sexta-feira, três dias depois de passar no exame com maior pontuação no Open Internacional, na cidade portuguesa de Mirandela, entende-se como campeão invicto e com uma prestação que lhe garante ultrapassar a barreira dos 2600 pontos pela primeira vez na próxima semana . de Elo, o enxadrista cubano Carlos Daniel Albornoz colocará em prática a excelente forma esportiva de que gosta, quando voltar para enfrentar mais uma prova neste país europeu, só que esta, a prioriparece mais exigente.

No Aberto da Maia, território do distrito do Porto, o duplo monarca da ilha não é o primeiro pré-classificado como aconteceu com Mirandela, mas sim o quinto. À sua frente estão dois jogadores com mais de 2600, o inglês Nigel Short e o norueguês Johan-Sebastian Christiansen, bem como o belga Daniel Dardha e o espanhol Manuel Pérez.

Mas Carlos Daniel não será o único expositor das Índias Ocidentais neste evento que será disputado sob o sistema suíço por nove rodadas e terá seu último dia de atividades no dia 1º. de setembro.

Vários membros das duas equipes insulares que participaram da última Olimpíada Mundial aparecem inscritos, como Omar Almeida de Havana, Yasser Quesada e Rodney Pérez (capitão) de Villa Clara, Yaniela Forgás de Santiago e Yerisbel Miranda de Pinar del Río, a esposa com o melhor desempenho do Mirandela Open. Completam o grupo Lelys Martínez, Jony Wilson León, Laritza Alfonso, Laura Beatriz Díaz e Osvaldo Calzada.

Na competição, 266 enxadristas de 35 nações vão competir e Cuba é a terceira mais representada, com 11.

No encerramento, terminou um torneio de jogos de blitz, prelúdio da luta que começa hoje, vencida pelo polonês Antoni Kozak e o melhor colocado foi Almeida, terceiro colocado no tie-break.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.