Orcas afunda um veleiro em Portugal; Marina salvou 5 pessoas

Cinco pessoas eles tinham que ser Seguro 11 quilómetros da costa portuguesa de sines (160 quilómetros a sul de Lisboa) após alguns baleias assassinas afundar o veleiro em que navegaram.

o Marinha Portuguesa explicado em um Liberar o que Seguro para equipe técnicade nacionalidade portuguesa, enquanto se encontravam num bote salva-vidas.

“O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC) recebeu o contacto do veleiro às 00h03, que estava em fuga, após um encontro com orcas”, refere a entidade em mensagem através do seu perfil no Facebook.

Foram socorridos por um barco de pesca e um barco do posto de socorros de Sines, “que acompanhou o barco de pesca até ao porto de Sines, onde aportou em segurança às 02h43”.

A Marinha Portuguesa lembrou que a interação com estes animais ocorre “principalmente devido ao curioso comportamento das orcas juvenis, que, atraídas pelas estruturas móveis e barulhentas das embarcações, (…) estruturas móveis, com probabilidade de ruptura total ou parcial do leme”.

Por esta razão, lembrou, em caso de observação, desligar o motor e imobilizar a escotilha do leme, “desanimando assim a interação destes mamíferos com as estruturas móveis das embarcações”.

Com informações da EFE

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.