Portugal.- Costa confirma que Portugal está a “avaliar” o seu plano de “visto dourado”

MADRI, 2 de novembro (EUROPA PRESS) –

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, admitiu esta quarta-feira que o seu governo está neste momento a “avaliar” a manutenção da medida que permite aos cidadãos estrangeiros obter autorização de residência se, por exemplo, fizerem um investimento imobiliário significativo.

“Há programas que estamos a avaliar neste momento e um deles é o ‘golden visa’”, disse Costa, que acredita que “provavelmente já cumpriu o seu propósito” e agora “não se justifica”, segundo declarações recolhidas pelo a agência de notícias Lusa.

O debate sobre passaportes ou vistos “dourados” na UE intensificou-se este ano, devido à invasão da Ucrânia e ao uso que os oligarcas russos teriam feito tradicionalmente de uma ferramenta com a qual vários Estados-Membros aspiram atrair investimentos.

Em março, o Parlamento Europeu exigiu da Comissão Europeia um plano específico para evitar subterfúgios e, no caso de medidas como a de Portugal, propôs uma verificação mais ampla dos antecedentes dos candidatos e requisitos mínimos de residência e de participação nos países de destino, bem como a obrigação de os Estados-Membros elaborarem relatórios periódicos.

Alex Gouveia

"Estudioso devoto da internet. Geek profissional de álcool. Entusiasta de cerveja. Guru da cultura pop. Especialista em TV. Viciado em mídia social irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *