Roberto Palacios participou no World Masters em Portugal – Diario El Argentino de Gualeguaychú. edição online

Palacios completou sua nona participação em um evento ecumênico, competindo em C1 e C2 Master nos 16 quilômetros de distância.

Na prova individual, o remador e presidente do clube Regatas Gualeguaychú ficou em quinto lugar, com tempo de 1 hora e 16 minutos, atrás de China, Espanha x2 e Croácia.

Enquanto em C2, Palacios dividiu uma equipe com o japonês Issai Takaneka, com quem terminou em quarto, em um circuito de cinco voltas com três corridas.

O pódio do evento coletivo foi formado por Espanha, Estados Unidos e Croácia.

“O balanço está bom porque não foi abandonado e o objetivo foi alcançado, o que é importante para mim”, avaliou Roberto Palacios antes da consulta ARGENTINO.

“Não remo há mais de três dias para esta Copa do Mundo. Ele saiu no último minuto. Compensa e você sofre muito neste nível”, acrescentou.

Sobre não poder trazer de volta uma medalha ao país, como havia feito em edições anteriores, Palacios explicou: “No C2, eu tinha fé. Começamos bem, mas depois de 500 metros as ondas dificultaram e ficamos inquietos na canoa. Além disso, não sei o que aconteceu com as lâminas e nós caímos. Isso nos fez perder alguns minutos antes de voltar a subir”.

“Ainda colocamos uma garra e reduzimos um pouco a diferença com os que estão acima de nós. Faltou muito pouco para brigar pelo terceiro lugar com os japoneses”, concluiu.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *