Torcedor com bandeira de arco-íris invade jogo da Copa do Mundo

Um torcedor entrou em campo com a bandeira do arco-íris durante a partida de Portugal na Copa do Mundo contra o Uruguai, vestindo uma camisa azul do Super-Homem com a frase ‘SAVE UKRAINE’.

A parte de trás da camisa também foi adornada com a frase “RESPECT FOR IRANIAN WOMEN”.

Os seguranças perseguiram o indivíduo, que deixou cair a bandeira na grama antes de ser conduzido para fora do campo. O árbitro pegou a bandeira e a colocou de lado, onde permaneceu por alguns instantes até que um funcionário a retirou.

Durante a primeira semana do torneio, sete times europeus tentaram, sem sucesso, usar uma pulseira multicolorida com a frase “One Love” durante as partidas. Além disso, alguns torcedores reclamaram que não podem usar roupas com as cores do arco-íris, um símbolo dos direitos LGBTQ, ao entrar nos estádios do emirado muçulmano conservador.

As leis do Catar contra a homossexualidade e o tratamento recebido no país pela comunidade LGBTQ foram alvo de críticas internacionais antes da primeira Copa do Mundo a ser realizada no Oriente Médio.

Os organizadores garantiram que todos fossem bem-vindos, incluindo os fãs LGBTQ, mas enfatizaram que os visitantes devem respeitar a cultura do país.

A invasão do gramado pelo manifestante aconteceu no segundo tempo da partida no Lusail Stadium.

Filipa Câmara

"Estudante. Fanático apaixonado por álcool. Praticante de TV. Desbravador do Twitter. Solucionador de problemas."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *