Uruguai se submete ao Canadá, Alonso espera Araújo

Graças aos gols de Nicolás De La Cruz e Darwin Núñez no primeiro tempo, o Uruguai concluiu um bom teste nesta terça-feira ao derrotar o Canadá por 2 a 0 em amistoso entre equipes que disputarão a Copa do Mundo em dois meses.

De La Cruz abriu o placar com uma cobrança de falta do flanco esquerdo aos seis minutos. O meia-atacante acertou a bola no canto superior do gol defendido por Milan Borjan.

A eficiência do Uruguai compensou a maior posse de bola do Canadá.

Com a dupla de ataque composta por Luis Suárez e Núñez, La Celeste gerou perigo constante.

Depois de meia hora na cidade eslovaca de Bratislava, Suárez acariciou o segundo gol com um voleio que saiu ao lado. Mas Núñez cabeceou um cruzamento de Suárez aos 33 minutos para o 2-0.

“No geral, jogamos muito bem no primeiro tempo, conseguimos ser agressivos na pressão”, comentou o técnico uruguaio Diego Alonso. “Nos últimos 15 (minutos) sinto que perdemos um pouco o controle porque jogamos muito na transição”.

Eles foram os últimos brancos nessas equipes antes de seus elencos serem anunciados antes da Copa do Mundo no Catar, que começa em 20 de novembro.

O Uruguai, que havia acabado de perder por 1 a 0 para o Irã na sexta-feira, estreia no dia 24 contra a Coreia do Sul. Portugal e Gana serão seus outros rivais no Grupo H.

O amistoso contra o Irã causou uma perda notável para Celeste, já que seu zagueiro Ronald Araujo sofreu uma avulsão do tendão adutor longo na coxa direita. O jogador do Barcelona será operado na Finlândia na quarta-feira e sua presença na Copa do Mundo está em risco.

Alonso abordou a situação com uma de suas fichas principais e disse que esperaria pelo jogador de 23 anos até o último momento.

“Disse a Ronald em particular: vou esperar por ele”, disse o timoneiro uruguaio. “Achamos que medicamente ele tem opções claras para chegar à Copa do Mundo.”

“Vamos esperar a evolução… Vou esperar os 26 que tenho na cabeça até ao final”, acrescentou, referindo-se ao número máximo permitido de jogadores que podem ser convocados.

O Canadá volta a uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 1986. Sua estreia será no dia 23 de novembro contra a Bélgica no Grupo F completado por Croácia e Marrocos.

Os canadenses vinham de uma vitória por 2 a 0 sobre o Catar.

Apesar de ser o último do placar em Bratislava, o Canadá teve mais posse de bola e gerou uma boa sequência de chances. Alistair Johnston perdeu o empate com um cabeceamento que passou ao lado do cruzamento de Alphonso Davies aos 12 minutos. O goleiro uruguaio Sergio Rochet cobriu um chute de pé esquerdo de Cyle Larin aos 24 minutos.

As duas equipes fizeram muitas mudanças após o intervalo e o jogo ficou chato. A pressão canadense aumentou na meia hora final – Davies exigiu Rochet novamente – mas eles não conseguiram encontrar uma maneira de romper o gol uruguaio.

Filipa Câmara

"Estudante. Fanático apaixonado por álcool. Praticante de TV. Desbravador do Twitter. Solucionador de problemas."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *