Vitória portuguesa na primeira etapa .- Esportes – Hemeroteca

A primeira etapa da VI edição da Vuelta Ciclista Junior a la Ribera del Duero colocou o português Antonio Morgado (2.25:11) como vencedor do dia e primeiro líder. O ciclista da Bairrada chegou com a banda do favorito, os seus rivais sabiam que ele era uma das rodas a seguir de perto, mas a sua potência foi decisiva num sprint composto por seis ciclistas que se desvencilharam após os 102 quilómetros de viagem entre as cidades de Burgos de Caleruega, ponto de partida, e Pedrosa de Duero, chegada à adega de Viña Pedrosa.

Os nervos estavam à flor da pele no início da corrida, mas foi um bom dia para procurar brechas e até marcar a diferença na classificação geral e o nível desportivo dos titulares parecia avassalador. E a verdade é que as expectativas foram cumpridas, houve várias tentativas de fuga e o ritmo de corrida foi muito alto. No meio da corrida houve uma fuga de oito pilotos que, em número, dispararam alarmes no pelotão. Daniel Lima e Gonçalo Tavares da Bairrada portuguesa, Thibaud Gruel da francesa Cref PDL Total energy, sueco Erik Ekman da Sveland Cycling Team, colombiano Erik Parra da francesa Team Inca, espanhol da Team Vino Joel del Ojo e o francês Maxime Decomble da U19 Academy La Pomme Marseille estava procurando o gol com alguns segundos de antecedência. No entanto, o grupo, em que eram os grandes favoritos, não se surpreendeu, neutralizando a tentativa alguns quilómetros depois.

Resultados

A próxima tentativa séria seria em Valladolid, com três pilotos, o espanhol MX Louimat Mikel Arrasate, o australiano Laomme Marseille Tyler Tomkinson e o americano Evan Boyle do Toronto Hustle Cycling. Os três homens entenderam-se perfeitamente, tentando aproveitar as rampas de Encinas de Esgueva para marcar a diferença a apenas doze quilómetros da meta. No entanto, pouco depois de coroar o ponto mais alto da montanha, três homens juntaram-se ao separatista, o português Morgado del Bairrada e os ciclistas americanos de Hot Tubes Artem Shmidt e Andrew August, enfim, três perigosos companheiros separatistas para os três primeiros a acumular graves desgaste nas pernas.

Os seis pilotos iam disputar a etapa de Pedrosa de Duero em sprint sem que os americanos pudessem tirar partido da sua superioridade colectiva, já que o português António Morgado não lhe deixou opção, vestindo a primeira camisola bordeaux Ribera del Duero que pontua como o líder provisório da rodada. Antonio Morgado recebeu o prêmio de vencedor da etapa de Daniel Pérez, de Bodegas Pérez Pascuas, e o malote de vinho Ribera del Duero para o líder da prova de Miguel Ángel Gayubo, presidente da Rota do Vinho Ribera del Duero.

O líder da montanha era Artem Shmidt, que vestiu a camisa de bolinhas vermelhas que lhe foi dada pelo vice-prefeito de Aranda de Duero, Francisco José Martín Hontoria. A autarca de Caleruega, Lidia Arribas, apresentou a camisola azul que credencia o vencedor dos golos voadores e com a qual o norte-americano Evan Boyle partirá de Langa de Duero. O colombiano Erick Parra venceu os sprints especiais, ganhando a camisa vermelha que lhe foi dada pelo patrocinador Gerardo de la Calle.

Arturo Barros de Valladolid do grupo Bathco sairá como o melhor castelhano e leonês, o presidente da adega cooperativa Tierra Aranda, Joaquín Rojo, presenteou-o com seu prêmio. Por fim, o líder da camisa branca como melhor calouro júnior foi para André August, que recebeu o reconhecimento da prefeita de Aranda de Duero, Raquel González.

Etapa 2, Langa de Duero – San Esteban de Gormaz

A segunda etapa da VI Vuelta a la Ribera acontecerá amanhã, sábado, 20 de agosto, a partir das 11h. e ligará Langa de Duero e San Estebande Gormaz, num total de 94 quilómetros de percurso pelas províncias de Soria, Burgos e Segóvia. Os hotspots da rota estarão localizados no quilômetro 5 com um primeiro pico de montanha de terceira categoria; quilômetro 20, com Meta Volante no Museo de los Aromas; Sprint especial em Montejo de la Vega, quilômetro 28 da etapa; outra dificuldade montanhosa, neste caso a segunda categoria, no quilômetro 32; e um último Special Sprint no quilômetro 64, trinta antes da linha de chegada.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.