Vivood inicia sua expansão com duas novas empresas: investindo em novos hotéis e gerenciando-os

BENIMANTE. A Vivood inicia sua jornada rumo à expansão dos negócios. A empresa que se enraizou em Benimantell há sete anos com seu hotel paisagístico no vale de Guadalest avançou Praça Alicante o objectivo de replicar o seu modelo noutros destinos do país e fora das fronteiras espanholas. E estas são mais do que palavras, para isso criaram recentemente duas empresas: Vivood Hotels SL e Aura Vivood SL, ambos domiciliados em Valência. Segundo fontes da Vivood, vão integrar o estabelecimento Benimantell.

As duas novas empresas saem com 3.000 euros de capital social cada, e o início das operações é registrado em 1 de agosto de 2022. Vivood Madapar SL permanece o único acionista e é nomeado Daniel maio -proprietário e criador da marca- como seu representante. As duas empresas têm razões diferentes. Essas mesmas fontes indicam que nasceram da necessidade de expandir a empresa, mas com duas vertentes distintas.

A Vivood Hotels SL cobre a propriedade do imóvel, onde será gerido o bem patrimonial e integrados os novos parceiros. Como este jornal já explicou, eles estão imersos na busca de investidores externos que lhes permitam injetar mais liquidez para abrir em novos destinos. Assim, esperam receber mais 30 milhões de euros, chegar a 75 milhões de euros que permitem que sua expansão se torne realidade.

Por outro lado, existe a Aura Vivood SL, cuja finalidade é a gestão hoteleira destas novas empresas, nas quais os investidores não entrariam inicialmente. Com ele, poderão gerir tanto os alojamentos que possuem como os que apenas alugam a terceiros. Assim, da Vivood, eles explicam que a ideia é buscar estabelecimentos relacionados ao seu conceito, sem precisar ser exclusivamente um “hotel paisagem”.

Madrid, Alicante e Portugal

Fontes da Vivood explicaram que atualmente têm três locais acordados para a sua expansão: Madrid, Alicante e Portugal. No entanto, o seu desenvolvimento dependerá do montante que terão de executar nos próximos cinco anos. A marca é especializada em lugares únicos, integrados à natureza e que oferecem uma certa exclusividade e reclusão.

Junto com essa expansão do negócio, a equipe de arquitetos redirecionou seu primeiro projeto de cabana de madeira para uma experiência hoteleira.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.