Portugal e Valencia CF, uma relação que nunca acaba

A tendência e as conexões de Valência em termos de dedicatórias foram muito marcantes nos últimos anos, os tentáculos de Jorge Mendes Eles ainda estão nas sombras e trouxeram muitos futebolistas portugueses para vir ao clube e estabelecer relações com equipes do país vizinho. Não era tão comum no passado e a verdade é que a grande maioria dos jogadores portugueses que vieram para o Mestalla o fizeram na última década.

André Almeida Ele foi o último deles e sua assinatura está mais uma vez cheia de dúvidas, embora tenham credenciais muito boas. Durante este tempo, o valenciano conheceu bons jogadores e outros que se tornaram fracassos retumbantes, mas tudo indica que nos próximos anos os portugueses continuarão a desembarcar. Havia jogadores com desempenho mediano mas deixando dinheiro nos cofres (embora também não saíssem baratos), seriam Guedes, André Gomes ou João Cancelo. Na trama do xadrez colocaríamos homens como Nani, Postiga ou Hélder Costa, e entre as assinaturas incompreensíveis e inexplicáveis ​​encontramos jogadores como Ferro e outros com perfil semelhante.

Como podemos ver, nem tudo tem sido negativo nesta ligação única e atualmente o Valência quer explorar desportivamente Thierry Correia e o estreante André Almeida e pensar no futuro.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.