Doze detidos em Portugal por tentarem viajar para Cancun com documentos falsos

o autoridades fronteiriças portuguesas eles pararam 12 pessoas de nacionalidade estrangeira no aeroporto de lisboa para o suposto Falsificação de documentos tentando embarcar em um voo para cancún, Quintana Roo.

Os detidos, 11 homens e uma mulher, têm idades compreendidas entre os 21 e os 49 anos e foram identificados este domingo no controlo fronteiriço à saída do território nacional, indicou o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) Portugueses em comunicado esta segunda-feira.

Até agora este ano, o SEF está a acumular 98 prisões de estrangeiros com documentos falsificados que pretendia ir a Cancun.

A autoridade de fronteira explicou que há “muitos cidadãos, principalmente de nacionalidade asiática”, tentando entrar nos Estados Unidos a partir de México “apoiado por redes organizadas de imigração ilegal”.

O SEF está a cooperar com autoridades mexicanas, americanas e algumas europeias para desmantelar estas redes organizadas que fornecem documentos falsos aos imigrantes que pretendem seguir este destino”, acrescentou.

Os documentos falsos alegadamente apreendidos nesta ocasião apresentam informações de identificação de países como Japão, Dinamarca, Espanha, Grécia e Itália, “tendo sido detetados passaportes, bilhetes de identidade, cartas de condução e vistos”.

Dos 12 detidos, dez encontravam-se em situação irregular em Portugal.

Com informações da EFE

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.