Semana exigente para Burgos BH com a sua participação na Vuelta a Burgos e na Volta a Portugal

A equipa de Burgos enfrenta duas provas de enorme importância que exigem o máximo

BURGOS conecta

Burgos BH inicia nesta terça-feira, 2 de agosto, a Vuelta a Burgos com a ilusão de correr em casa, buscando ser notado nas estradas da província e tentando somar sucessos diante dos torcedores. Os tradicionais cinco dias mantêm a etapa Picón Blanco que terminará em Villarcayo e o último dia em Neila. Além disso, a primeira etapa subirá duas vezes a El Castillo, enquanto Clunia e a etapa Camino del Cid completam um percurso variado e completo.

A equipa com a qual os Violets disputam a Vuelta a Burgos é composta por Jesús Ezquerra, Jetse Bol, Óscar Cabedo, Ander Okamika, José Manuel Díaz Gallego, Manuel Peñalver e Ángel Fuentes de Burgos.

Sobre sua participação na rodada de Burgos, o diretor esportivo Rubén Pérez comenta: “Queremos ser competitivos e emocionantes em casa, vamos colocar toda a carne na grelha com uma equipe muito competitiva semelhante à que participará de La Vuelta. Vamos trabalhar muito na frente do nosso público, para deixar os fãs felizes e esperamos poder levantar os braços diante deles. Sabemos que vendemos felicidade e vamos tentar fazer com que os fãs sintam isso. As competições desta semana nos deram um ritmo que nos ajudará. Temos um bloco equilibrado, competitivo, que nos permite sonhar e é por isso que sonhamos com a vitória diante do nosso público, nosso povo.

Tour de Portugal

Na Volta a Portugal, as onze etapas vão percorrer o país de sul a norte com uma incursão em Espanha para que Badajoz receba o arranque da terceira etapa. Partir de Lisboa com um prólogo e a classificação geral será decidida nos passes Torre, Miranda do Corvo e Senhora de Graça antes do contra-relógio final no Porto. Muitas oportunidades para brilhar, tanto em busca de vitórias parciais quanto com a possibilidade de disputar o geral da prova.

Mario Aparicio, Óscar Pelegrí, Adriá Moreno, Alex Molenaar, Victor Langellotti, Pelayo Sánchez e Juan Antonio López-Cózar estão alinhados para participar da corrida. Todos liderados por Alexis Gandía, cujo objetivo é “aproveitar e obter um bom resultado. É uma Volta a Portugal que vai ser dura, com três finais em altitude e muitas montanhas médias. Acho que temos uma equipe de escaladores, mas também um lutador para os dias em que a corrida pode ser interrompida e os separatistas têm sua chance. Não vamos perder a cara na classificação geral, porque acho que podemos estar nessa luta também.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *