Cristiano Ronaldo e “Chucky” Lozano? Se chegarem a acordo, seria a nova equipa portuguesa

Futebolista nascido em Portugal, Cristiano Ronaldo é sinónimo de goleador. A atual estrela do Manchester United marcou inúmeros gols em sua terra natal, mas também na Inglaterra, Espanha e até na Itália. Estima-se que, até junho deste ano, tenha somado 815 gols em pelo menos 1.121 partidas de futebol.

Devido ao seu excelente desempenho esportivo, não é estranho que diferentes times de futebol enviem ofertas econômicas suculentas ao “Bug” para se juntar às suas fileiras. É o caso do Nápoles, que insistiu que os “Red Devils” acedessem ao “empréstimo” do atleta para a Série A.

Os napolitanos querem que Ronaldo continue sua sequência na Liga dos Campeões, evento esportivo que ele participa desde a campanha de 2003-04. O Napoli está pronto para testar sua força contra os times europeus Liverpool, Ajax e Rangers.

Propaganda

Você pode estar interessado: América oferece ao Cruz Azul uma vitória histórica no Clássico Jovem

O presidente do clube do Napoli, Aurelio De Laurentiis, também ofereceu uma troca esportiva: Ronaldo em troca de Victor Osimhen, um dos melhores jogadores do elenco. Só por esta operação, a United teria de pagar 100 milhões de euros mas, devido à urgência da transação, é praticamente impossível.

Recentemente, o treinador do Manchester United, Erik Ten Hag, confirmou a continuidade do ‘CR7’ no clube desportivo. Se ele aceitasse qualquer uma das duas ofertas de De Laurentiis, Cristiano Ronaldo se juntaria a um dos jogadores mexicanos mais notáveis ​​da equipe, Hirving Lozano, mais conhecido como ‘Chucky’ Lozano.

Cabe destacar que, entre os maiores artilheiros do mundo, Ronaldo já superou Gerd Müller, que marcou 735 gols; Puskas, que teve 746; Pelé, com 767; e até Romário, com 772.

O atleta português é considerado um dos jogadores de futebol mais condecorados da história da modalidade. Foi galardoado com a Bola de Ouro cinco vezes, a Chuteira de Ouro quatro vezes, o melhor prémio duas vezes e ainda recebeu quatro prémios por se distinguir como o melhor jogador da Europa e por seis anos consecutivos, ganhou o prémio como um dos melhores artilheiros da Liga dos Campeões (2013-2018).

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.