Enfermeiras de Vizcaya comemoram o Dia Internacional da Enfermagem em Saúde Mental

EDITORIAL.- O Faculdade de Enfermagem de Vizcaya adere à proclamação da Associação Espanhola de Enfermagem de Saúde Mental (AEESME) e da sua congénere portuguesa (Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental) de 1 de setembro como Dia Internacional dos Enfermeiros de Saúde Mental. A enfermagem de saúde mental é uma especialidade fundamental para o cuidado adequado de pessoas com problemas de saúde mental em contextos comunitários e hospitalares, tanto na idade adulta como na população pediátrica e idosa. Por esta razão, esta data foi escolhida pelas sociedades científicas de enfermagem, que também coincide com o nascimento da enfermeira americana Hildegard Peplau -uma figura de proa da profissão- para valorizar, promover e destacar o desenvolvimento desta especialização.

“Na confiança de que este comemoração Continuará e será alargado a outras instituições relacionadas com a saúde mental, desde Vizcaya College of Nursing, encorajamos todos os enfermeiros a celebrar este dia, pois permitirá a sua visualização social bem como uma aproximação e conhecimento do nosso contributo saúde por parte da generalidade população”, diz Baltasar Gómez, chefe da Comissão de Saúde Mental da Vizcaya College of Nursing. Além disso, “esta comemoração vai contribuir para dar maior visibilidade da profissão de enfermagem da saúde mental, dando-lhe popularidade social, aumentando a sua representatividade colectiva no imaginário profissional e na população em geral”, sublinham da AEESME.

enfermeira especialista em saúde mental

o enfermeira de saúde mental é o profissional de saúde que, com uma atitude científica responsável e utilizando sempre meios clínicos e tecnológicos adequados ao desenvolvimento da ciência, presta um atendimento especializado em saúde mental através da prestação de cuidados de enfermagem. Este cuidado especializado é realizado em diferentes níveis de atenção (promoção, prevenção, tratamento e reabilitação da saúde mental), tendo também em conta os fatores extrínsecos envolvidos no aparecimento de perturbações da saúde mental.

O escopo de atuação dos profissionais especializados em enfermagem em saúde mental abrange tanto Cuidados hospitalaresem hospitalizações totais ou parciais, como o atendimento comunitário através de centros especializados em saúde mental, centros de atenção primária, lares, instituições sociais (escolas, residências para idosos, abrigos…) e centros para atividades de reabilitação relacionadas à saúde mental.

Leste ação especializada É desenvolvido em todas as fases da vida (população pediátrica, adulta e idosa), tanto em centros públicos do sistema nacional de saúde como em centros privados devidamente autorizados.

Francisco Araújo

"Nerd de álcool. Leitor. Especialista em música. Estudante típico. Jogador irritantemente humilde. Especialista em zumbis. Solucionador de problemas sutilmente encantador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *