Espanha e Portugal, “otimistas” sobre possível prolongamento da “exceção ibérica” após reunião com Bruxelas

Espanha e Portugal mostraram “otimista” esta quarta-feira após o primeiro contacto em Bruxelas com a Comissão Europeia a fim de alargar o apelo exceção ibérica. Os dois países solicitaram formalmente a aprovação da UE para estender o mecanismo. A Espanha quer que seja prorrogado até maio de 2024 com um limite semelhante ao atual, entre 45 e 50 euros por megawatt hora (MWh).

A Comissão Europeia tem “responsável” ao pedido dos paísesdisse o porta-voz, acrescentando que trabalho técnico seria realizado para avaliar esta possível extensão.

É o que declaram as delegações dos dois países no final de um encontro de mais de uma hora e meia entre o terceiro vice-presidente do governo e o ministro da transição ecológica e desafio demográfico, Teresa Ribera; o Ministro do Ambiente e Ação Climática de Portugal, Duarte Cordeiroe o Comissário da Concorrência, Margrethe Vestager.

Durante esta reunião, as três partes analisaram o funcionamento do exceção ibéricaenquanto Caberá agora às equipas técnicas analisar a eventual extensão do mecanismo para um possível próximo encontro, ainda a ser definido, segundo fontes diplomáticas. Nesse sentido, restaria fixar o preço e as condições da prorrogação.

o exceção ibérica aplica-se em Espanha e Portugal desde 15 de junho de 2022 e é um mecanismo que limita o preço do gás para geração de eletricidade para reduzir o preço da eletricidade. Durante os primeiros seis meses desta medida, o preço do gás foi limitado a 40 euros/MWh e a partir daí aumenta 5 euros/MWh por mês até maio, altura em que termina a medida.

Alex Gouveia

"Estudioso devoto da internet. Geek profissional de álcool. Entusiasta de cerveja. Guru da cultura pop. Especialista em TV. Viciado em mídia social irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *