Paula Ortiz enfrenta os dias de filmagem do filme ‘Teresa’ em San Juan de la Peña

“É a filmagem mais bonita e intensa que já experimentei. Trabalho com uma equipe que dá tudo de si, com atores que crescem como titãs em cada cena e filmamos ‘Teresa’ em espaços que eu não poderia sonhar melhor”, diz a diretora Paula Ortiz de San Juan. de la Peña (Zaragoza , 1979).

Apaixonada e apaixonada pelo seu projeto, Paula Ortiz já enfrenta, no mosteiro tão emblemático da história de Aragão, a última semana de seu quarto filme, baseado no drama ‘La lengua en pieces’ de Juan Mayorga, que há algumas semanas foi galardoado com o Prémio Princesa das Astúrias de Literatura. Não foi o único prêmio que os membros da equipe ganharam: sem ir ao Goya para Blanca Portillo, que detém o papel principal, há poucos dias o cartunista e diretor artístico Jesús Bosqued também ganhou o prêmio da história em quadrinhos Isabel de Portugal. Um sentimento de admiração pela atriz e diretora teatral escapa a Paula: “Estou encantado com os atores. Você não sabe como é prodigioso. Portillo é”, diz.

“Realmente, com ‘Teresa’ me sinto muito privilegiada – insiste Paula, que ainda não apresentou seu terceiro filme na Espanha, ‘Across the river’, rodado em Veneza com Liev Schreiber, também envolvido na produção -. A singularidade desta mulher, Teresa de Jesús, é subversiva.”

Ele explica que este filme, longe de ser uma “cinebiografia”, foi rodado no mosteiro de Sant Jerónimo de la Murtra (Badalona), no mosteiro de Santes Creus (Tarragona) e em vários locais da cidade de Cardona, em Barcelona, ​​antes chegando a Aragão, onde teve a sensação de “estar em casa e abraçar a montanha. Na semana passada em San Juan de la Peña… e o Tourmalet permanece”, admite.

Nas redes sociais, muitos concordam que este é um ensaio muito especialEU. Com muitos cenários, com uma atmosfera arrumada, uma encenação trabalhada e uma infinidade de detalhes. Os participantes e convidados evocam uma atmosfera de magia. Blanca Portillo interpreta Teresa de Jesus em sua maturidade e em seu debate com o inquisidor, que será Asier Etxeandia, que já participou de ‘A Noiva’. Sim Greta Fernández, uma das atrizes com mais personalidade e fotogenicidade das últimas gerações, encarna a mística de jovem. “O set de ‘Teresa’ nos transporta para outro tempo, para outras vidas…”, escrevemos nas redes sociais.

Texto de Juan Mayorga

A obra de Juan Mayorga é baseada no “Livro da Vida” do escritor místico, que estava clinicamente morto e teria levitado, como conta em seu livro. “Todo o diálogo desta maravilhosa peça são as palavras de Teresa colocadas em sua própria boca ou como uma pergunta na do inquisidor”Paula Ortiz disse recentemente. E quando Mayorga recebeu o Prémio Princesa das Astúrias, descreveu-a da seguinte forma: “Juan Mayorga é uma das mentes mais brilhantes da dramaturgia mundial, não só pela delicadeza da sua escrita, pela originalidade das personagens, pela criatividade altura do conceitual até o pequeno movimento da mão do personagem que ouve, mas porque ele sempre sabe fazer as perguntas necessárias, a virtude que mais admiro em um criador. Trabalhar com ele foi e continua sendo uma das os grandes privilégios que encontrei na minha vida, pois ele também é uma pessoa linda por dentro e por fora.”

‘Teresa’ é produzido por La Lengua en Pedazos, Bluebirds Films, produtora belga Umedia Production e Bteam Pictures, e conta com a participação da Aragón TV e a colaboração da Aragón Film Commission nos locais de filmagem.

O cantor e compositor Amâncio Pradaque canta neste sábado na Cidadela de Jaca, onde oferece um recital de poemas de San Juan de la Cruz e Santa Teresa de Jesús, foi convidado para a filmagem e prometeu “fazer todo o possível para chegar lá. Estou muito animado”.

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.