Metade das ofertas de emprego do CIIAE já foram recrutadas

Metade dos novos postos de trabalho do Centro Ibérico de Investigação em Armazenamento de Energia (CIIAE) já foi contratado. A maioria das ofertas foi publicada esta segunda-feira no Diário Oficial da Extremadura (DOE), São 50 localidades, somando-se às 21 publicadas em outubro passado. As bases comuns dos editais para contratação de pessoal foram publicadas em setembro. O centro foi projetado para ter uma equipe de 131 trabalhadores. Paralelamente a esses processos, o Ministério da Economia, por meio do Fundecyt, lançou em setembro último um edital para terceirizar o processo de seleção de pessoal do centro entre os candidatos que se candidatarem. A execução deste espaço de investigação, com um investimento inicial de 75 milhões de euros, é o principal investimento público que será realizado em Cáceres nos próximos dois anos e meio.

No caderno de encargos deste concurso estão especificados os tipos de perfis a contratar, os vencimentos anuais e a quantificação dos cargos. Os salários correspondem ao segundo acordo coletivo do Fundecyt-Pctex, “embora esteja pendente a publicação do terceiro acordo que incluirá as novas categorias profissionais adaptadas ao arranque do centro de investigação”, conforme indicado no caderno de encargos deste concurso, procedimento a que estão submetidas cinco empresas. Na tabela publicada nas especificações administrativas com as categorias e sua descrição, não há diferença entre os técnicos de nível 1 e 2 em termos de salário e número de vagas. Destes, um número total de 15 é dado para ambas as categorias. Além desses 71 cargos, em agosto de 2021 foram publicadas as bases das quatro primeiras profissões do centro de pesquisa, que eram cargos de gestão.

O Ministério da Economia da Junta de Extremadura emitiu esta segunda-feira um comunicado no qual informa que “no seu conjunto, desde a assinatura do acordo de financiamento para o arranque do Centro Ibérico de Investigação em Armazenamento de Energia em dezembro de 2021O Fundecyt licitou mais de 40 milhões de euros, o que representa aproximadamente 70% do orçamento de investimento do contrato de financiamento”.

A publicação da convocatória das 50 vagas surge quatro dias depois de o Ministério da Ciência e Investigação ter anunciado que a sua directora, Diana Morant, e a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Elvira Fortunato, assinaram um acordo para a criação do Centro Ibérico de Investigação em Armazenamento de Energia (CIIAE) como organismo internacional, sediado em Cáceres, assinatura que decorreu no âmbito da cimeira hispano-portuguesa.

Conforme detalhado pelo Ministério, a criação do Centro Ibérico de Investigação de Armazenamento de Energia é um compromisso conjunto entre o Governo Espanhol, através do Ministério da Ciência e Inovação, a Junta de Extremadura e o Governo Português.. E há “um investimento inicial para a construção de 74 milhões de euros, dos quais o Ministério da Ciência e Inovação contribui com 58, graças a fundos europeus do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência, e a Junta de Extremadura 16 milhões”, além , “Através do Plano Complementar de Energias Renováveis ​​e Hidrogênio serão recebidos mais 17 milhões de euros”, conforme informa o ministério.

Nas últimas semanas, os contratos de fornecimento de conteúdo para o centro foram disputados. Para além do concurso para a sua construção, ao qual foram apresentados três concursos, já foram convocados os projectos de engenharia, desenvolvimento e fornecimento de plantas piloto de investigação para a reciclagem de sistemas de armazenamento de energia, o hidrogénio, o armazenamento térmico e o da bancada.

Tipo de perfil de trabalho e salário bruto anual

médico-chefe (29 vagas). € 44.000

Este grupo profissional é constituído por pessoal doutorado em ciências ou engenharia de um dos ramos existentes. É necessário ter uma experiência de pelo menos dois anos após a tese e/ou a estadia de pós-doutoramento e ter anteriormente gerido projetos europeus e/ou nacionais/regionais relacionados com a sua área.

médico estagiário (36 vagas). € 38.000

São atribuídos a este grupo os cargos com perfil de doutoramento em ciências e engenharia. A experiência mínima exigida é a de uma tese de doutoramento sobre temas afins (num grupo de investigação e/ou numa empresa) que façam parte do seu trabalho. Não é necessária experiência anterior de pós-doutorado, mas é necessário um mínimo de 4 anos como pesquisador.

Doutorado (36 vagas). € 17.878

A qualificação mínima exigida é um bacharelado ou mestrado em ciências ou engenharia. Pertencem a este grupo profissional os estudantes de doutoramento cujo objetivo é a realização de uma tese de doutoramento nas áreas de investigação determinadas. Sua tarefa é a execução do projeto para o qual estão inscritos.

mestre-técnico sénior (5 vagas). € 38.000

Este grupo profissional inclui técnicos com grau mínimo de mestrado em áreas científicas e técnicas relacionadas com atividades de investigação e projetos ou atividades industriais, com especialização na área especificada no convite e com pelo menos cinco anos de experiência nesta. .

técnico mestre júnior (10 vagas). € 34.000

Técnico com título mínimo de mestre em áreas científicas e técnicas relacionadas com atividades e projetos de investigação e desenvolvimento ou atividades industriais com especialização demonstrável na área abrangida pelo convite. Não é necessário ter experiência anterior de trabalho.

técnicos de nível 1 (15 vagas). € 26.662

Cargo com diploma universitário ou experiência de trabalho demonstrável que lhe permita desempenhar a função. Este grupo inclui cargos que, por sua especialização, participam de processos e/ou projetos, realizando tarefas técnicas complexas para atingir os objetivos de uma unidade.

técnicos de nível 2 (15 vagas). € 26.662

Posição com um grau superior de formação profissional ou experiência de trabalho demonstrável. Cargos de médio grau de complexidade, autonomia, iniciativa e responsabilidade são responsáveis ​​por desenvolver tarefas de apoio e suporte para atingir os objetivos de uma unidade. A supervisão das tarefas é da competência da direcção-supervisão ou do chefe de unidade.

Filomena Varela

"Desbravador do bacon. Geek da cultura pop. Ninja do álcool em geral. Defensor certificado da web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *