Ministério Público português investiga morte de bebé no encerramento do serviço de urgência

Este conteúdo foi publicado em 14 de junho de 2022 – 16:54

Lisboa, 14 Jun (EFE).- O Ministério Público português abriu na semana passada um inquérito sobre a morte de um bebé durante o parto no hospital das Caldas da Rainha, cerca de 80 quilómetros a norte de Lisboa, quando o serviço de urgência obstétrica foi encerrado por falta de médicos.

Fontes do Ministério Público confirmaram hoje à EFE a abertura do inquérito, que se soma às investigações internas já anunciadas pelo hospital, que também comunicou o caso à Inspecção-Geral das Actividades de Saúde para apurar as “possíveis responsabilidades”.

O evento aconteceu durante a noite de quarta para quinta-feira, quando uma mulher foi ao hospital, mas o pronto-socorro estava fechado.

A mãe foi posteriormente hospitalizada e submetida a uma cesariana de emergência, mas o bebê não sobreviveu.

O caso está no centro da polémica que surgiu em Portugal nos últimos dias, quando os serviços de urgência obstétrica tiveram de encerrar por falta de médicos, um fim-de-semana a mais que o normal porque sexta-feira foi feriado e esta segunda-feira em Lisboa.

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou ontem à noite um plano de emergência para os meses de junho, julho, agosto e setembro, para evitar que a falta de médicos force o encerramento das urgências.

O plano visa “reorganizar as emergências”, segundo Temido, que admitiu a possibilidade de rever também “questões de remuneração”.

Esta semana também haverá concurso para contratação de especialistas, embora o ministro tenha admitido que não será fácil preencher as vagas.

“Não precisamos contratar tantos quanto gostaríamos e as condições de trabalho dentro do Serviço Nacional de Saúde são difíceis”, disse ele. ECE

pfm/mah

� EFE 2022. É expressamente proibida a redistribuição e retransmissão de todo ou parte do conteúdo dos serviços EFE sem o prévio e expresso consentimento da Agencia EFE SA

Cristiano Cunha

"Fã de comida premiada. Organizador freelance. Ninja de bacon. Desbravador de viagens. Entusiasta de música. Fanático por mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.